Editorial • Socorro

A Reportagem do jornal chegou no limite em busca de respostas a diversas demandas. Muitas das vezes sendo subestimada e tratada como JORNALZINHO. Diante de tantas reclamações e críticas e tendo de executar o trabalho de muitos secretários, a editora do jornal se propôs expor os problemas de fora clara e objetiva para que os gestores entendam qual é o papel de cada um nessa história.

Tem consciência Luciana Maximo que vai sofrer ameaças, perseguições, vai perder muito com essa exibição com as prefeituras citadas, mas ouviu o grito da população.

O Jornal está aberto a todas as Prefeituras para que elas enviem seus realises, todos serão analisados e publicados havendo espaço. Está aberto aos leitores e abre o canal para que todos enviem suas queixas e reclamações. Caso a responsável pelo jornal apareça morta em algum canto de rua, todos já sabem quem são os mandantes. Luciana tem consciência de corre riscos, mas afirma que está ouvindo o grito de quem precisa ser respeitado. São mais de 200 mil acessos só no facebook essa semana, de todos os comentários, sobram elogios a coragem da jornalista e críticas aos gestores. Hoje é o que temos para os senhores, leitores, sua edição especial, SOCORRO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*