Publicidade

Mulheres de Piúma elaboram 24 propostas ao município, estado e país na sua 1ª Conferência Política

Aproximadamente 100 mulheres da sociedade civil e poder público registraram presenças na 1ª Conferência Municipal de Políticas para Mulheres de Piúma – Fotos Luciana Maximo

Mesa composta por diversas autoridades – Fotos: Luciana Maximo

Entra para a história do município de Piúma a 1ª Conferência Municipal de Políticas para Mulheres ocorrida 58 anos após a sua emancipação política. O evento ocorreu durante toda a quinta-feira, 12, no Auditório do MEPES.
Foi um dia em que de fato as mulheres participaram com o seu direito de voz e voto. Elas chegaram bem cedo e fizeram o credenciamento, seguiram para o delicioso café preparado pela equipe da Secretaria de Assistência Social e que contou com o apoio de voluntários. No café, o prefeito e o vice registraram presença.

Delegada da Polícia Civil de Piúma, Dra. Rosane Cysneiro


Paulo Cola aproveitou o momento em que todas as mulheres estavam reunidas no café e deixou uma fala de muita esperança a todas, enfatizou a importância da participação da mulher na sociedade e na política. “Discutindo assuntos pertinentes ao público feminino piumense, nós discutimos ações importantes para o município, aliás, fundamentais. Discutir assuntos de fortalecimento da mulher na sociedade não pode e não deve ser pauta apenas das mulheres, todos nós precisamos encampar isso, sermos multiplicados, mas a valorização, a sensibilização tem que partir da mulher. A mulher tem que sentir pertencente, parte desta bandeira importante que é a sua maior participação dentro da sociedade, principalmente na política, é necessário”, disse.

Grupo 02 sugeriu que o Executivo Municipal encaminhasse no prazo de 30 dias a minuta do projeto de lei que cria o Conselho da Mulher em Piúma


O prefeito lembrou que a sua gestão é composta por mulheres fortes e citou a a secretária de Educação, a de Meio Ambiente, a de Assistência Social, a de saúde, a chefe de gabinete, a procuradora e a esposa que, embora não tenha cargo na Prefeitura faz questão de participar das discussões e também ser uma das protagonistas na política de participação da mulher. Paulo afirmou que ficou surpreendido com a participação das mulheres na Conferência, e, sobretudo, pela diversidade de representações. “Temos esperança e certeza que na hora que começar os debates, vamos elevar a discussão da importância da participação da mulher nesta conferência”, salientou.
Após o café, o plenário fez a leitura do Regimento Interno da Conferência e deu uma pausa para a palestra com a delegada da Polícia Civil em Piúma, dra Rosane Cysneiro, que ministrou o tema: “Reafirmando as Políticas Públicas para as Mulheres no Enfrentamento ao Patriarcado ao Racismo e as Desigualdades Sociais e Econômicas”.
O plenário fez algumas alterações no regimento interno e aprovou, em seguida a pausa para o almoço que, por sinal, estava perfeito, como toda organização da Conferência. A secretária de Assistência oportunizou a participação em massa das mulheres de Piúma, com transporte que passou por todos os bairros da cidade, anunciou na Rádio e enviou convites a elas. A programação estendeu até às 17h00 com a eleição das delegadas que representarão Piúma na Conferência Estadual.

As mulheres aprovaram o Regimento Interno e as propostas que seguirão a Conferência Estadual e a Nacional


Teatro

A Secretária de Assistência Social, Jacqueline Surrage posou com o prefeito, o grupo de teatro e o artista Luck Maycon quem montou o espetáculo

Momento muito aplaudido foi a apresentação teatral dos alunos das Escolas “Manoel dos Santos Pedroza” e “Céu Azul”, que levaram emoção à plateia, encenando uma peça mostrando o início da violência contra a mulher ao feminicídio.

Beleza

Momento muito especial de beleza


As mulheres que participaram da Conferência tiveram momento beleza e ganharam brindes, mas além de tudo, elaboraram propostas para serem aplicadas no âmbito municipal, estadual e nacional.

Propostas


A 1ª Conferência foi dividida em quatro grupos temáticos, estes deveriam sugerir seis propostas, sendo duas para o Município, duas para o Estado e duas para a nacional, ao todo foram sugeridas 24 propostas. Entre estre estas solicitaram ao executivo municipal o encaminhamento da minuta do projeto de Lei que cria o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher. Em tempo elas pediram uma coordenação de mulheres dentro da Assistência Social com uma equipe técnica para cuidar da pauta da mulher no município.
Preparadas para o debate estavam as socialistas que, em peso, foram as relatoras de todos os quatro eixos da Conferência. A secretária de Mulheres Municipal do PSB de Piúma, Thayane de Oliveira ficou no eixo 04 e deste grupo a proposta de fortalecimento e empoderamento da mulher na sociedade para que ela participe mais da política e esteja de fato inserida nos projetos de inclusão. Foi solicitado também uma lei federal que crie oportunidades iguais às mulheres de ocupação dos cargos comissionados nas instâncias de poder.


Entre as propostas também foi solicitado mais campanhas de publicidade que entrem nos lares dizendo não à violência doméstica. Nesta ótica, as mulheres pediram uma delegacia exclusiva para cuidar das vítimas da violência doméstica, como também uma sala rosa dentro da delegacia para atendimento exclusivo às mulheres, solicitaram Casa abrigo, regularização fundiária às mulheres do campo, e uma solicitação sensível ao Governo Federal: um beneficio para os filhos órfãos das mães vítimas de feminicídio, violência obstétrica e para os filhos de pais suicidas.
O debate foi muito necessário. Todas as solicitações foram aprovadas pelo plenário que encerrou a conferência elegendo as delegadas para a Estadual. Tudo perfeito, a organização e a participação foram os pilares do sucesso da 1ª Conferência Municipal de Políticas para as Mulheres de Piúma.

Presenças

O vice-prefeito também esteve presente, pastor Ezequias. A chefe de Gabinete, Lenilce Carvalho, as ex-vereadoras: Sandra Feres e Zulmira Santamarinha, a ex-prefeita Dona Martha Scherrer. As secretárias de Educação, Maira Marcarini, de Saúde, Mariana Metri, os secretários de Turismo, Thiago Zago, o de Cultura, Juares Taylor e o de Obras, além da procuradora Letícia, as vereadoras, Fernanda Taylor e Bernadete Calenzani.


Também estiveram presente a Secretaria Estadual das Mulheres do PSB, Sônia Damasceno, a secretária Municipal do PSB Thayane Oliveira, o presidente do PSB Municipal Vladmir, Odimar Péricles, representando a vice-governadora Jacqueline Moraes, Flávia Cysne (da Aderes), núcleo Sul do ES; Luciana Souza, representando o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher, a delegada da Polícia Civil, Rosane Cysneiro, Padre Firmino, os vereadores: Fabrício Taylor, Bruno Freitas, Elber Luiz, a presidente do Movimento de Mulheres de Piúma, Catarina de Souza, a diretora do Coletivo de Fortalecimento e Empoderamento da População Negra do Sul do Estado + Diversidade, Karla Regina entre outras autoridades.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade