Agradecimento a você, útero: fomos longe demais juntos!

Fiz uma edição das fotos pra ser mais leve de ver!

Mas eu queria muito usá-las para demonstrar o quanto o nosso corpo TODO FALA!
Incluindo nossos órgãos.

Tive saudades da minha mãe quando criança, fui criada uma boa parte com minha vó paterna. Quando fiquei mãe aos 19 anos, de forma inconsciente, repito a dose, minha filha também foi muito bem criada pelos avós paternos e pelo pai. Ela teve de tudo! Material e AMOR.

E eu fiquei “resolvendo” isso do jeito que eu dava conta…e tudo que eu “entubei, guardei, escondi, maquiei, DISFARCEI com belos sorrisos, abraços apertados, sendo “mãe de finais de semana no Le Canton simbolicamente” Mesmo não estando com minha filha Ana Luiza (hoje tem 23 anos) da maneira que eu desejava, eu acabava exteriorizando na marra a maternidade encubada, guardada e não exercida.

E onde criamos/geramos filhos? No útero!!!

E assim, começou lentamente a criação de pequenos miomas, ainda casada com o Rafa…anos depois.As marcas ainda estavam lá.

Veio a Ana Rafaela e em seguida, o médico sugeriu que tirasse o útero devido aos inúmeros miomas já existentes ali. Quando pedi um tempo pro médico, veio um milagre chamado Ana Letícia. E depois disso, a construção de novos “filhos simbólicos” continuaram sendo formados por mim mesma…

Graças a uma hemorragia importante, a pressa de retirá-lo veio. E durante a cirurgia, Dr.Alex HCT disse:
Gizele, tinha muita aderência, o útero estava grudado, tive que ir tirando devagar das estruturas vizinhas, sangrou bem e tivemos que ir reparando os danos nas estruturas vizinhas. Mas graças a Deus tudo correu bem!!!

Agora vou traduzir o que meu corpo falou:

-Por favor não tira de mim meus filhos…por favor não se vão, não me deixem, não quero ficar sozinha, vocês me preencheram durante todos esses anos!!! Sangra na minha alma abrir mão, deixar ir, deixar ir a maternidade ilusória uma sensação de estar sempre grávida de esperança.😭

Mas… ANTES como eu já falei aqui, fiz esse trabalho de ACEITAÇÃO na alma, desse feito no CORPO.
Que benção ter acontecido agora! Com a cabeça e o ❤️ que tenho HOJE.
OBRIGADA DEUS PELO COLO QUENTINHO que recebi.🥰

por Dra.Gizele Rocha Aguiar, @gizeleaguiar_fisio.com

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *