Publicidade

Zé Carlos, presidente da Câmara de Piúma explica nomeação do companheiro ao cargo de secretário geral da Casa de Leis

A nomeação de Josimar ao cargo de secretário geral da Casa de Leis ganhou as redes sociais em um vídeo que viralizou. José Carlos afirma que não é nepotismo e a Lei não o impede

José Carlos e Josimar no dia da posse na Câmara de Piúma

O presidente da Câmara de Piúma, José Carlos Araújo, o Zé Carlos, PSDB acabou caindo nas redes sociais e na crítica dos piumenses, após viralizar um vídeo no WhatsApp sobre a nomeação do seu companheiro, Josimar Quintaes, ao cargo de secretário Geral da Câmara Municipal, com um vencimento de R$7.677.03.

Josimar foi nomeado no dia 04 de janeiro de 2021, quatro dias após a eleição da Mesa Diretora em que, Zé Carlos foi empossado vereador e presidente eleito.

Convém ressaltar que Josemar não tem união estável com José Carlos de Araújo e nem é casado de papel passado, como afirma o vídeo que está circulando nas redes sociais, os dois residem na mesma casa e segundo José Carlos dividem despesas. Tem curso superior em Licenciatura em Educação Física e é Técnico em Administração.

A Reportagem entrou em contato com o presidente da Câmara de Piúma para que ele explicasse a nomeação de Josimar. Zé Carlos foi enfático, disse que não é nepotismo e que fez consulta jurídica se poderia nomear o companheiro ao cargo.

“A respeito da montagem do vídeo que circula nos grupos de Whatsapp, a meu ver, é tendencioso, pois ele inicia falando de que iniciei um romance lindo em 2013. Hora, baseado na primeira publicação em rede social com Josimar? Fala -se em lua de mel, onde? Baseado em qual casamento (união estável), em qual cartório? Eu tenho residência em Piúma. Josimar em Marataízes, até então dividimos despesas em Piúma onde durante 06 anos prestou serviços como atendente de caixa na Caixa Lotérica”.

Nepotismo

Nepotismo (do latim nepos, sobrinho, neto, ou descendente) é o termo utilizado para designar o favorecimento de parentes (ou amigos próximos) em detrimento de pessoas mais qualificadas, especialmente no que diz respeito à nomeação ou elevação de cargos.

A Súmula Vinculante nº 13 do Supremo Tribunal Federal (STF), proíbe a nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, inclusive, da autoridade nomeante ou de servidor da mesma pessoa jurídica.

No caso em questão, o presidente da Câmara, José Carlos assegura que não tem nem união estável nem é casado com Josemar, entretanto, é qualificado para a função, além de ser de sua total confiança.

“Após consulta jurídica com 03 profissionais tive a orientação de não estar cometendo nepotismo. Considerando não haver grau parentesco,  considerando que o Josimar é uma pessoa capacitada na área da administração e possui ensino superior completo, considerando que caminhou dia a dia comigo durante a campanha eleitoral e considerando ainda ser uma pessoa comunicativa respeitoso e respeitado, fiz a nomeação para o cargo de secretário geral,  cargo de confiança a presidência. (Deixando claro q esse não trata de ser o maior cargo de confiança no Legislativo)”, explicou José Carlos.

A função do Josimar, segundo o presidente da Câmara é gerenciar os serviços administrativos do Legislativo, atendendo a todos os vereadores e servidores da casa com igualdade.

Ainda de acordo com José Carlos, quanto ao salário, tramita dentro do Legislativo Municipal um projeto de redução de salários dos servidores comissionados de forma a equilibrar as despesas versos a queda na arrecadação. “Tenho um compromisso com toda população piumense e honrando cada voto e cada torcida para ocupar a cadeira atual’, finalizou.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *