Vereadores de Anchieta solicitam diversos serviços ao Executivo

Geovane quer que o executivo pague um tíquete extra aos servidores por outubro ser comemorado o dia deles, Robinho que seja equiparado os vencimentos entre Professores PI e PII.

Vereador Professor Robinho

A última sessão ordinária realizada, no dia 15, na Câmara de Anchieta os vereadores fizeram diversas solicitações ao Executivo. O vereador Professor Robinho fez Indicação ao Prefeito Municipal de Anchieta, Fabrício Petri, pedindo que estude a possibilidade de resolver a diferença salarial entre Professores PI e PII.

O parlamentar salienta que igualá-los importaria na valorização do professor, impactando significativamente sua vida financeira e não traria prejuízos para o município, pediu Robinho.

Alexandre Assad

Vereador Alexandre Assad

O vereador Alexandre Assad fez Indicação ao Secretário de Infraestrutura e Obras, Leonardo Abrantes que avalie a possibilidade de construir uma área de lazer infantil no bairro Nova Anchieta. Ele também pediu a limpeza e capina nas margens da Rua Charel, segunda rua à esquerda atrás da escola do bairro, bem como sua pavimentação. 

Segundo Assad a construção da área de lazer na comunidade de Nova Anchieta é necessária para que as crianças tenham um local de lazer adequado para se divertirem e interagirem entre elas.

Vereador Tássio Brunoro

Tássio quer criação de programa de incentivo ao primeiro emprego

Tássio Brunoro fez Indicação a Fabrício Petri para que crie o Programa de Incentivo ao Primeiro Emprego de Jovens e Adolescentes na cidade.

Segundo o vereador, milhões de jovens se formam todos os anos, e a maior dificuldade encontrada por eles é a inserção no mercado de trabalho, é a realidade da vivência prática com o conteúdo assimilado nas faculdades e nos cursos. Para além, a falta de oportunidade para o primeiro emprego faz com que esse jovem nunca adquira a experiência exigida pelo mercado.

Com esse objetivo, o vereador propôs a Criação do Programa de Incentivo ao Primeiro Emprego (nos moldes do PNPE Lei Federal nº 10748/2003), fazendo uma reserva de vaga nos próximos editais de designação temporária de Jovens de dezoito a vinte e quatro anos de idade, que estão em situação de desemprego e em busca do primeiro emprego.

Vereador Renato Lorencini

Renato requer informações sobre educação especial

O vereador Renato Lorencini (PSB) requereu à Secretaria Municipal de Educação informações sobre a Educação Especial em Anchieta. Entre as informações, ele quer saber quantas pessoas com deficiência, atualmente, são atendidas na Rede Municipal de Ensino? Quais são os tipos de deficiência que estes alunos apresentam? (intelectual, física, auditiva, visual e múltipla), transtorno global do desenvolvimento (TGD) e altas habilidades? Qual é a metodologia adotada para atender estes alunos? Quantos e quais (cargos) são os profissionais que estão na rede de atendimento à Educação Especial? Todas as escolas recebem o apoio necessário para atenção às pessoas com deficiência? De que forma?

Renato Lorencini também já solicitou à Prefeitura Municipal de Anchieta que seja disponibilizada uma equipe de especialistas para atuar no apoio à educação de alunos com necessidades especiais da rede pública municipal de ensino.

Vereador Geovane Meneguelle

Geovane quer ticket extra para funcionários públicos

Geovane Meneguelle fez indicação ao prefeito, Fabrício Petri, pedindo que no mês de outubro seja pago o ticket alimentação extra, em reconhecimento ao dia do servidor público.

Segundo o vereador os servidores têm enfrentado dias difíceis, pois estão sendo prejudicados com a ausência da aplicação da revisão anual e supressão de diversos outros direitos, além do auxílio alimentação está com valor estagnado há um tempo significativo.

Geovane defende que os trabalhadores desempenham suas atividades com afinco. “Mesmo desmotivados não se eximem do cumprimento de seus deveres, e se empenham na missão de servir com responsabilidade e comprometimento”, defendeu.

“Outubro é o mês do Servidor Público, profissional incansável na luta por uma sociedade melhor. A qualidade do serviço público depende desses servidores, que em nosso município, mesmo sem a estrutura adequada e valorização merecida, continuam se dedicando com afinco. Por esta razão, apresentei uma indicação ao prefeito Fabrício Petri para que nesse mês conceda um ticket alimentação extra aos servidores da prefeitura. Confiamos que o prefeito acate a sugestão, pois nossos servidores merecem”, concluiu Meneguelle.

Tereza pede hora extra e adicional para conselheiros tutelares

A Vereadora Tereza Mezadri fez indicação ao Prefeito Municipal, Fabrício Petri pedindo que conceda adicional de risco de vida e hora extra aos membros do Conselho Tutelar.

Segundo ela, os chamados são constantes, sendo alguns destes com intervenção das Polícias Civil e Militar, fora de horário de expediente, durante a noite e madrugadas, em locais perigosos. O Conselho Tutelar é vinculado a Prefeitura Municipal, junto à Secretaria de Assistência Social. É um trabalho minucioso, delicado e que exige bastante dos conselheiros. Cada dia chega uma situação diferente, não existe um cronograma, salienta a Edil.

O maior pedido deles é pela criação de uma lei municipal que conceda o adicional de risco de vida, hora extra a mais na folha de pagamento de cada conselheiro, algo que já é adotado em outras prefeituras municipais, concluiu Tereza Mezadri.

Professores da Rede Municipal de Anchieta poderão consumir a mesma refeição que os alunos

Vereador Beto Caliman

O vereador de Anchieta Beto Caliman (DEM), protocolou e apresentou, nesta terça-feira (29), uma indicação ao Prefeito Fabricio Petri (MDB), para que os professores e outros servidores das escolas municipais possam se alimentar com a mesma alimentação dos alunos. A meta é promover a união entre a comunidade escolar.

Para Caliman, o ambiente escolar é de harmonia, portanto a proibição seria uma maldade com os profissionais da educação: “Eles investem na educação, muitas vezes mais que o próprio poder público, quantas vezes nós, pais, mães e responsáveis recebemos uma lembrancinha dadas por nossos filhos, porém sabemos que foi o professor quem comprou”.

Beto considera que investir, uma pequena parcela dos recursos públicos do município, para que estes profissionais possam se alimentar é investir na humanização da educação. “Logicamente, este dinheiro não será contabilizado na rubrica “merenda escolar”, que é privativa dos alunos. Assim sendo, há condições de levar adiante o projeto, que indico ao executivo”.

Em vários casos professores atuam em dois ou três horários. Podendo almoçar nas escolas, facilita muito, pois evita o deslocamento dos profissionais.

Richard quer detalhes do funcionamento do ESF’S

Vereador Richard

O vereador Richard Costa requereu a Secretária Municipal de Saúde, Jaudete Silva Frontino, informações sobre como ocorre o funcionamento dos ESF’S (Estratégia Saúde da Família) de Anchieta.

Richard quer saber qual a quantidade de fichas é disponibilizada por unidade e por que são disponibilizadas somente uma vez por semana.

O vereador ainda indagou se a secretária tem conhecimento que os munícipes dormem nas filas para conseguir ficha e apesar disso em alguns casos não conseguem o atendimento. O parlamentar também questionou se está sendo tomada alguma providência em relação ao problema.

É objetivo do programa ESF, prestar um atendimento de qualidade, integral e humano em unidades básicas municipais, garantindo o acesso a assistência e à prevenção em todo o sistema de saúde, de forma a satisfazer as necessidades de todos os cidadãos.


Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*