Publicidade

Sucesso: Afrochaves promove a 7ª Semana da Consciência Negra

O Barracão de São Benedito foi o ponto de encontro para celebrar o dia 20 de Novembro.

Os moradores do bairro Macrina, em Alfredo Chaves, junto aos integrantes da Associação de Desenvolvimento Sociocultural Afro de Alfredo Chaves (AfroChaves) promoveram uma programação especial para celebrar o Dia da Consciência Negra, comemorado nesta segunda-feira (20), no barracão de São Benedito.

De acordo com os organizadores, as comemorações começaram na quinta-feira (16), com mesa redonda sobre o tema “Necessidade x vontade: a escravidão não acabou, transformou-se!” mediada pela professora do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) Maria José de Sousa e o futuro pedagogo, Klemyr Fabrício Pianca.

Já na sexta-feira, por volta das 19h, teve início o tradicional desfile da beleza negra, com moradores do lugar. Logo após, quem animou a noite foi o Bloco Afro Baobá.

“O desfile foi lindo. Só temos que agradecer quem desfilou. Não bastasse isso, homenageamos dois personagens negros que têm história”, disse a cabelereira e uma das organizadoras do desfile, Marinéia Gonçalves.

No sábado, a tarde foi das crianças. A partir das 14h aconteceu a oficina ContARTE: sons da África, na sede da AfroChaves. À noite, a partir das 21h, quem agitou o público foi o Pagado do Will e a Banda de Jongo de Alfredo Chaves.

Já na segunda-feira (20), aconteceu a tradicional Missa Afro.
Ainda segundo os organizadores, durante todos os dias do evento houve serviço de cantina, com a comercialização de doces, salgados e bebidas típicas.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *