Publicidade

Rose: ES não vai “ficar na janela” sobre novo traçado da Ferrovia Centro-Atlântica

“O Espírito Santo não vai ficar na janela. É uma questão de honra”. A declaração  foi dada na quarta-feira, 29, pela senadora Rose de Freitas (MDB-ES), em reunião da bancada federal do Espirito Santo, ao reafirmar a disposição dos senadores e deputados federais capixabas de mudar o traçado da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA) para ampliar as cargas destinadas aos portos do estado.

A senadora capixaba promoveu, no último dia 15 de setembro, apresentação  ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, de estudo encomendado pela FINDES (Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo) com cinco  cenários na antecipação da renovação da concessão da FCA. Um deles sugere a construção de uma variante de 395 quilômetros na Serra do Tigre, em Minas Gerais, entre os municípios mineiros de Patrocínio e Sete Lagoas.

O grupo Petrocity apresentou à bancada, nesta quarta-feira, 29, o projeto de integração entre as futuras Estradas de Ferro Minas-Espírito Santo e Estrada de Ferro Juscelino Kubitschek, que começará a construir a partir do próximo ano, para levar cargas ao Complexo Portuário de São Mateus, no Espírito Santo, outro empreendimento do grupo. As duas ferrovias atravessarão Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade