Projeto da Rose que transfere R$ 2 bilhões do fundo eleitoral para combater o coronavírus tem apoio de 93%, aponta DataSenado

A pesquisa do DataSenado foi realizada em junho em todo o Brasil. Outros três projetos da senadora Rose, todos relacionados à pandemia do coronavírus, também têm apoio dos brasileiros: o aumento das punições para quem desviar recurso público, a proibição da cobrança de juros/multa no cartão de crédito/cheque especial e a suspensão do pagamento das prestações da casa própria

Pesquisa realizada pelo DataSenado indica que 93% dos brasileiros apoiam projeto da senadora Rose de Freitas (PODE-ES) que destina os recursos do Fundo Eleitoral (cerca de R$ 2 bilhões) para o combate à pandemia do coronavírus. A proposição é o PL 1412/2020, que tramita no Senado Federal.

O levantamento com 4 projetos de lei da senadora foi realizado entre os dias 9 e 11 de junho, quando foram ouvidos 1447 cidadãos com mais de 16 anos em todo o Brasil. De acordo com o DataSenado, a “amostra é representativa da opinião da população brasileira”. Foram consultadas pessoas de todas as unidades da Federação.

Punindo com rigor quem desvia verba pública – Outra proposta que angariou amplo apoio foi o PL 2708/2020, o qual torna mais rigorosa a punição para quem desviar dinheiro público destinado ao enfrentamento da pandemia. Neste caso, 96% dos pesquisados disseram apoiar a iniciativa da senadora.

Cheque e cartão sem juros e multa – Entre as propostas de Rose que visam amenizar os efeitos da covid-19, duas foram avaliadas. O PL 1209/2020  tem 78% de apoiamento. A iniciativa proíbe a cobrança de multas e juros sobre operações de cartão de crédito e cheque especial.

Mutuários podem suspender prestações – O quarto item pesquisado favorece os mutuários que atrasaram os pagamentos durante a pandemia. O PL 1935/2020, que suspende o pagamento das prestações da casa própria, teve o apoio 67% (para quem tiver a renda reduzida) e 65% (para quem foi demitido).

Compras sem juros e multas – Anteriormente, enquete do DataSenado constatou que 86% dos entrevistados apoiam o PL 1208/2020. Este projeto da Rose veda a cobrança de multas e juros em caso de atraso no pagamento de compras de produtos e serviços.

Revalida emergencial – Também o PL 2482/2020, que determina a realização em caráter emergencial do Revalida para regularizar a situação de médicos no combate à pandemia, já havia sido avaliado pelo DataSenado. Segundo esta enquete, 82% dos consultados apoiam o projeto proposto pela senadora.

Revalida é o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira.

Todos os levantamentos apresentados nesta página foram realizados pelo DataSenado, o Instituto de Pesquisa do Senado Federal.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*