Professores enobrecem o Concurso de Poesia “Meu amor, Meu Presente” em alusão ao Dia das Mães

Os professores dos ganhadores do concurso falaram com o Jornal sobre a participação dos alunos e elogiam a iniciativa. O jornal abriu o convite a todo Sul do ES.

A 7ª edição do Concurso de Poesia “Meu amor, Meu presente”, realizado pelo Jornal Espírito Santo Notícias revelou excelentes talentos na literatura e mostrou que a poesia está em alta. O tema este ano abriu para os inscritos homenagearem a pessoa que eles (a) se identificam como referência de cuidado e amor. Foram textos incríveis que a banca teve dificuldade em selecionar. 

“Nossa proposta é promover o gênero poesia, envolver a educação, a comunidade e as famílias. Revirar emoções e trazer o sentimento poético para as palavras. Fiquei emocionada com as poesias enviadas ao jornal. Tivemos textos maravilhosos, lindos. Eu quero fazer uma coletânea e publicar em um livro estes poemas. Vamos fazer outra seleção. Merece um livro”, ressaltou a jornalista Luciana Máximo, editora do jornal quem criou o projeto. 

A professora da Escola Lacerda de Aguiar, Deuzinéia Cardoso ao enviar as poesias dos alunos parabenizou a iniciativa e afirmou que esse fomento à cultura e a poesia são essenciais nestes tempos em que vivemos.

“Foi uma grande satisfação participar desta edição do concurso de poesia promovido pelo Jornal Espírito Santo Notícias. Nas aulas, sempre motivo os alunos a escreverem para que outros consigam compreender o seu pensamento e o concurso é uma excelente iniciativa para promover a escrita do gênero poesia. Primeiro porque é mais fácil falar dos sentimentos que se tem pela mãe, segundo porque há a possibilidade de seu texto homenageando a mãe, ser conhecido por várias outras pessoas que leem o jornal. E foi por esse caminho que usei para motivar a participação das crianças, mas foi uma grata surpresa ter dois textos selecionados na final, inclusive o poema de primeiro lugar ser o da Luíza”.

Luiz e Gael e a professora/ Foto/ Divulgação

Oportunamente, Deuzineia frisou que ao falar sobreo concurso para os seus discípulos, lembrou que em 2019 os alunos dela da turma de 3º ano do Lacerda foram os primeiros alunos de 3º ano a participar do concurso, e assim, muitas crianças ficaram animadas querendo participar também. “Então, começamos a produção dos textos. Saber que a poesia de Luíza e de Gael, eram campeãs foi emocionante. Luíza, que este ano é minha aluna, até pouco tempo tinha muita timidez para ler e se expressar, mas usando músicas e rimas ela evoluiu bastante. Dentre os quatro textos selecionados na turma, o dela foi o mais difícil de decidir se estava bom para enviar, porque ela também é minha filha, mesmo assim, perguntei a ela se queria mesmo enviar e ela não duvidou: “- Quero sim, professora!” Respondeu com convicção. Então, foi duplamente emocionante ver sua vitória e desde ontem, vejo um sorriso de confiança no rosto da criança que parece não ter mais medo das palavras”.

Luíza 1º lugar na categoria Ensino Fundamentyal I/ Fotos: divulgação

Emoção

Já o 1º na categoria Ensino Fundamental II é da Escola Municipal “Ana Araújo” em Alfredo Chaves, Jhon Lenon.

“Vários textos maravilhosos, emocionantes… Difícil dizer qual é o melhor. Participar, acompanhar a produção de cada um, mexe muito com quem gosta do gênero poema, ainda mais em se tratando do tema abordado.  Porém, o resultado foi surpreendente, considerando ser, o aluno, um adolescente muito introspectivo e de poucas palavras. Ele entregou, ali, toda sua alma e o resultado foi esse: surpreendente!!! Muito feliz com todo o processo e por todos os alunos. Mais uma vez, obrigada à Luciana, ao jornal, à EMEF Ana Araújo, meus alunos q aceitam “embarcar” comigo nessas caminhadas e a todos os colaboradores envolvidos. Muita satisfação e gratidão. E ele merece”!!! Parabenizou a professora Ana De Claret Lucas.

Martha, a pedagoga, Ana de Claret Lucas, a professora e Jhon Lenon/ Foto: Clovis Rangel

Feliz também ficou a pedagoga da Escola Ana Araújo, Martha Ferreira. “É um orgulho ver que o nosso trabalho rende frutos. A professora Ana trabalhou essa dinâmica de textos com a turma dela, assim como todos os anos para o concurso do jornal. Ele ter ganhado é mais que merecido. A história de vida dele é linda”, disse a pedagoga.

Cultura viva

O professor John Waynny Ferreira da Ceeftmi Washington Pinheiro Meirelles, em Itapemirim incentivou muito a vencedora do 1º lugar na Categoria Ensino Médio. Ele e a professora Carla Moreira.

“Admiro cada dia mais as pessoas que ainda se dedicam a incentivar as pessoas a manter nossa cultura viva. E por isso estou aqui parabenizar ao Espírito Santo Notícias pela organização da 7° edição do concurso de poesia. Gostaria também de parabenizar a Luciana pela dedicação e os participantes e principalmente a minha querida aluna Isabela pela linda poesia”.

“Ficamos muito felizes quando vemos um talento ser reconhecido, principalmente, porque é um dos nossos alunos. Como leitora e também “escritora”, é gratificante saber que a literatura ainda tem seu espaço”! Afirmou a professora Carla Moreira.

Sensacional

Edna da Penha Freire Simões Libardi, mãe de Emanoel. Foto/ Divulgação

O terceiro lugar na categoria Ensino Fundamental II é de Anchieta, aluno da EMEB “Tia Marlene Petri”, Alto Pongal – Anchieta/ES. A diretora Rutileia Mariani ficou muito orgulhosa do Emanoel Simões Libardi.

“Participar pelo segundo ano consecutivo de um concurso de poesia é um marco significativo para a nossa escola. O concurso desempenha um papel importante no ambiente escolar, pois incentiva o estudante a explorar sua imaginação e criatividade, e desenvolver um suas habilidades de escrita. Também é meio de dar voz aos alunos! É uma alegria ver nossos alunos brilhando mais uma vez!”

Já a professora Amanda Rossi Arpini ressaltou a alegria de ver a participação dos alunos. “Como professora motivadora foi uma alegria enorme ver meus alunos participando de um concurso de poesia. É gratificante poder fazer parte e colaborar com o crescimento de casa um deles e ver as poesias surgindo, fruto de muita criatividade é sensacional! Concursos como esse são valiosos, motivadores e enriquecem o aprendizado.”

Apaixonada pela poesia

Professora Leandra de Barra de Marobá

A professora Leandra Fonseca Peixoto da Escola Pluridocente “Barra de Marobá”, em Presidente Kennedy também é uma apaixonada pela poesia.

“Eu aprecio poesia desde criança. Costumo dizer aos meus alunos que de tudo se faz poesia e que nos momentos alegres ou tristes a gente consegue encontrar inspiração para escrever.

Quando perguntei à minha aluna Karollayne se gostaria de participar do concurso, ela abriu um enorme sorriso e disse que sim. Ali nasceu o primeiro amor dela pela poesia. Ela mostrou-se muito ansiosa pelo resultado e quando soube que foi classificada, o sorriso foi dobrado!

Quero parabenizar o Jornal Espírito Santo Notícias pelo concurso que oportunizou muitas crianças, adolescentes e jovens a expressar por meio da poesia o sentimento mais nobre que é o amor a pessoa que representa uma mãe! Aquela que cuida, se preocupa, que ama incondicionalmente”, disse.

Encantada

Valéria é apaixonada pela poesia e Agatha pela professora/ Foto/ Divulgação

Professora de Agatha Filipino da Silva, aluna do 5º do Portinho, em Piúma, Valéria Gabriel Marconi Gobetti é toda envolvida com literatura. E Agatha acabou se apaixonando pela professora, pelas aulas e pelas palavras.

“O que dizer do Concurso de poesia? Um movimento necessário para que nossos alunos externem a poesia que existe dentro de si. Iniciei o ano com o estudo voltado para poesia. A poesia está presente em toda parte, em uma música, em uma árvore, em um quadro, em um gesto humanizado…, é tudo que desperta beleza e amor. Ver a vida com mais leveza por meio de um poema cheio de poesia não tem preço. Eu acredito que o concurso é muito valioso, é uma oportunidade para nossos alunos expressarem o que tem de mais bonito dentro de si. Mais importante que o prêmio, é a oportunidade de permitir pessoas enxergarem o que nossas crianças tem de belo no seu interior. Obrigada ES notícias, por nos proporcionar    tal experiência valiosa, promovendo o crescimento humanizado dos nossos “pequenos grandes”, pequenos, pois são crianças e grandes no potencial de promover a empatia e o amor”, salientou Valéria.

Vale ressaltar que outros professores participaram do concurso como Ludmila Louzada das escolas Scherrer e Elvira Meale, Fabiani Taylor do Filomena Quitiba, Juliete Rissi, da Escola de Santo Eduardo em Presidente Kennedy e Roberta Moreira de Cara da EMEBTI Zeni Mendes de Souza, Marataízes/ES.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade