OPINIÃO – USO DE MÁSCARAS PELA POPULAÇÃO

Ser gestor de saúde não é fácil….

por JUSSIMAR ALMEIDA*

Quando o gestor recebe uma Secretaria Municipal para cuidar, ele pode estar sendo vítima de uma desarticulação anterior da saúde e recebe nas mãos as vezes uma bomba relógio…

Um simples funcionamento ajustado das unidades de Estratégia de Saúde da Família é excelente veículo de SAÚDE PREVENTIVA….e está é a melhor forma de se atuar em saúde, ou seja, todos conhecem o ditado popular que diz: é melhor prevenir do que remediar…

Nos tempos de coronavírus vem à tona a discussão sobre usar ou não usar máscaras de proteção do nariz e da boca. O primeiro ponto a esclarecer é que a máscara visa proteger quem está usando e o outro se este não estiver usando… Mas, uma medida desta aqui no Brasil é difícil pois a população não possui o hábito de usar máscaras como acontece no Japão por exemplo.

Em artigo recente a secretária de saúde de Anchieta recomenda que todos usem máscaras, mas não sabendo como implementar o que sugere, lamentavelmente apela para igrejas, instituições gerais, empresários que ajudem a sociedade adotar este hábito, o parece amadorismo demais…já que pastores, comerciantes, e “demais instituições” não são segmentemos ideais para fazer isto… as secretarias de saúde possuem mecanismos diretos de atingir toda a população rapidamente através de seus AGENTES COMUNITÁRIOS de SAÚDE, amplamente capacitados e capazes de dar show em termos de comunicação com as comunidades sob suas responsabilidades…este apelo da Secretária, acho patético…apela a outros segmentos, recomenda a todos usarem máscaras, mas não as distribui a todos num momento que sabemos que as máscaras assim como o álcool gel, sumiram do mercado até para as próprias secretarias de saúde, hospitais e clínicas…Deseja seguir a fala do Ministro da Saúde, porem não sabe como implementar em seu território. Coisa de amador.

Além disso devia ser pensado na dificuldade de uma pessoa que nunca usou máscara, pois ela vai ficar consertando o tempo todo a máscara e para isso vai levar a mão no rosto 10 vezes mais…o que pode aumentar a sua contaminação, já que ela indo a rua de máscara vai tocar em vários locais, como ônibus, receber troco em dinheiro, segurar em corrimãos,etc. etc…

A rigor se todos pudessem usar máscara ajudaria em muito reter o vírus nas máscaras…, mas falar é uma coisa… implantar a medida para todos é utopia e demagogia, nesse momento.

Desse modo recomenda-se a todos os profissionais de saúde que usem máscaras em seus trabalhos e também para as pessoas que necessitam ir até unidades de saúde nessa época a fim de realizar alguma consulta… ir a um banco, um supermercado, etc…o que não pode é uma prefeitura fazer uma propaganda de “ MÁSCARA PARA TODOS” se não tem máscaras suficiente para todos e se não tem capacidade de distribui-las em todo o município…

Saúde se faz com planejamento… veja que é complicado organizar ajuda por exemplo em dinheiro e isto levar multidões a ir para as filas de lotéricas para sacar tal dinheiro…é possível que as lotéricas nem tanto dinheiro tenham para pagar tantos saques, além de gerar um amontoado de pessoas próximas nas filas…o que aumenta a transmissão do vírus.

Enfim a opinião no momento que penso ser a mais fácil é estimular a quem pode fazer sua própria máscara de pano em casa e passar a usar quando tiver necessidade de sair à rua para resolver problemas de supermercados, padarias, farmácias, etc…esta seria uma medida eficaz dentro de nossa cultura e treinamento, e, desse modo estaríamos protegendo ao mínimo nossa população.

Que fique registrado que a opinião aqui dada não pretende esgotar o assunto.

JUSSIMAR ALMEIDA

MÉDICO (GESTOR EM SAÚDE)

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*