“Operação Tormenta” é exemplo de trabalho conjunto entre as polícias no ES

Uma operação policial iniciada em fevereiro deste ano se encerrou na manhã de hoje, em Alfredo Chaves. Policiais militares e civis cumpriram um total de 10 (dez) Mandados de Prisão e 04 (quatro) Mandados de Busca e Apreensão de Menores, desmantelando uma quadrilha que realizava tráfico de drogas.

Após meses de investigação e diversas ações policiais menores, os serviços de inteligência da 10ª Companhia Independente e da 10ª Delegacia Regional conseguiram obter provas suficientes para prender criminosos que, além de realizarem o tráfico de drogas, aliciavam adolescentes para cometerem crimes. Os adolescentes que, por qualquer motivo tentavam se afastar da vida de crimes eram ameaçados, agredidos e até torturados. Tal constatação ocorreu através do atendimento de diversas ocorrências por policiais militares do 3º Pelotão da 10ª Cia Ind – que é responsável pelo policiamento em Alfredo Chaves – e do uso de técnicas de investigação por policiais civis daquele município. O trabalho conjunto entre os policiais e a troca de informações foi um fator decisivo para o sucesso da operação.

Após reunidas as provas dos crimes, o delegado Marcos Luiz Nery Filho, responsável pela 10ª DR, representou pela prisão e pela apreensão dos adolescentes, sendo que alguns dos envolvidos são moradores do município de Guarapari. De posse desses mandados, foi feito contato com o Comando do 10º BPM, solicitando apoio para o cumprimento dos mandados na área daquela Unidade.

Na manhã desta terça-feira foram apreendidos: 81 (oitenta e um) pinos de cocaína cheios, prontos para venda; 1 (um) revólver calibre .38; 11 (onze) munições calibre .38; 4 (quatro) pedaços de maconha; 1 (uma) bucha de haxixe; 1 (um) cigarro de maconha; R$1.103,00 (mil cento e três reais) em dinheiro e centenas de pinos vazios para embalagem de drogas. Dos 10 (dez) MP cumpridos, 08 (oito) detidos eram do sexo masculino e 02 (duas) eram do sexo feminino. Entre os menores apreendidos, 03 (três) eram do sexo feminino e 01 (um) era do sexo masculino.

Saldo da Operação Tormenta

Ao longo de toda a operação foram retirados das mãos dos criminosos: 1 (um) revólver calibre .38; 11 (onze) munições calibre .38; 1 (um) simulacro de arma de fogo; 4 (quatro) pedaços e 23 (vinte e três) buchas de maconha; 1 (uma) bucha de haxixe; 324 (trezentas e vinte e quatro) pedras de crack e 98 (noventa e oito) pinos de cocaína, além de R$1817,00 (mil oitocentos e dezessete reais).

O Comandante da 10ª Cia Ind, Maj Marsuel Botelho Riani, destacou a importância do trabalho integrado entre as duas polícias. “Todos precisamos manter nosso foco principal, que é o de servir e proteger a população capixaba. Precisamos buscar, juntos, o mesmo objetivo, que é o bem-estar dos cidadãos e a defesa da coletividade. O inimigo está do outro lado. Juntos somos mais fortes.” Disse o Oficial.

O titular da 10ª Delegacia Regional destacou a crueldade demonstrada pelos criminosos. “Verificamos que nem todos os envolvidos desejavam permanecer no tráfico, e eram obrigados, sofrendo ameaças e agressões físicas. Ao escolher essa vida, geralmente as pessoas estão iniciando um caminho que não tem volta.” Alertou o Delegado.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*