Manifestantes exigem ação urgente em prol dos animais abandonados na Serra

Nesta quinta-feira (18), ativistas e protetores dos animais na Serra/ES se reunirão em um manifesto, clamando por medidas imediatas para enfrentar a crescente crise de abandono e maus-tratos aos animais no município. Com a presença de gatos com esporotricose e cachorros perambulando pelas ruas e avenidas, a situação atingiu um ponto crítico.

O manifesto, liderado por defensores dos direitos dos animais, busca chamar a atenção do prefeito Dr. Sérgio Vidigal e de todos os futuros prefeitos eleitos para a necessidade de uma abordagem mais compassiva e proativa em relação à causa animal. Em um apelo, os manifestantes destacam a falta de iniciativa por parte do poder público, especialmente considerando o orçamento de 3 milhões destinado à causa, que, segundo eles, não tem sido efetivamente aplicado para beneficiar os animais em situação de vulnerabilidade.

A principal queixa dos manifestantes é a falta de estrutura para resgatar e tratar os animais abandonados. A Associação de Resgate e Cuidado Animal (ARCA) não tem recebido animais há quase um ano, o que agrava ainda mais a situação dos que necessitam de assistência urgente. Enquanto isso, protetores independentes, muitos sem recursos financeiros, assumem a responsabilidade de resgatar e cuidar desses animais, muitas vezes em condições precárias e arriscando suas próprias vidas.

Além disso, os manifestantes demandam a implementação de medidas como castração em massa, mais feiras de adoção, identificação por microchip e leis mais rigorosas contra o abuso e maus-tratos aos animais. Eles apontam para o exemplo positivo da cidade de Vitória, onde o prefeito Lorenzo Pazolini lançou recentemente o Vetmóvel, um serviço itinerante de atendimento veterinário que oferece consultas, exames e encaminhamentos para castração, tudo de forma gratuita.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade