KENNEDY/ES: inscrição e a atualização de dados no Cadastro Único

Fazer parte do Cadastro Único não garante apenas o Bolsa Família, mas também diversos outros programas sociais

A prefeitura de Presidente Kennedy, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, possui a Central do Cadastro Único para informar e orientar as famílias.

Lá o cidadão pode estar se cadastrando no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal que é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, permitindo que o governo conheça melhor a realidade socioeconômica da população. Nele são registradas informações como: características da residência, identificação de cada pessoa, escolaridade, situação de trabalho e renda, entre outras.

Fazer parte do Cadastro Único não garante apenas o Bolsa Família, mas também diversos outros programas sociais.

Vale lembrar que o cadastro promove o acesso aos benefícios, mas quem faz o controle de quem receberá o benefício ou não é o sistema do Governo Federal.

É importante fazer a atualização do Cadastro no máximo a cada dois anos e sempre que houver alguma mudança na situação da família. Por exemplo: mudança de endereço, renda, nascimento ou falecimento de alguém.

Documentos necessários para realizar e/ou atualizar o Cadastro Único(de todos os residentes):

– Identidade (RG);

– Título Eleitoral, caso maior de 18 anos;

– CPF;

– Carteira de Trabalho;

– Certidão de Nascimento ou Casamento;

– Comprovante de Residência Atualizado;

– Contracheque;

– Número de telefone;

– Declaração de Matrícula (a partir de 04 anos);

– Carteirinha de Pescador, caso exerça a função.

Local para atendimento:

Central do Cadastro Único, localizado na rua Rua Olímpio Pinto Campos Figueiredo, 162, Centro, (em frente a Igreja Congregação Cristã do Brasil) – Presidente Kennedy-ES, de segunda a sexta-feira.

Podem se inscrever no Cadastro Único:

– Famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa;
– Famílias com renda mensal total de até três salários mínimos; ou
– Famílias com renda maior que três salários mínimos, desde que o cadastramento esteja vinculado à inclusão   em programas sociais nas três esferas do governo. 

Pessoas que moram sozinhas podem ser cadastradas. Elas constituem as chamadas famílias unipessoais.

Pessoas que vivem em situação de rua — sozinhas ou com a família — também podem ser cadastradas. O caminho, nesse caso, é procurar algum posto de atendimento da assistência social e perguntar como fazer para ser incluído no Cadastro Único.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*