Publicidade

Judoca Nacif Elias embarca hoje (23), para a Geórgia para disputar o Grand Slam de Tbilisi

O atleta olímpico de judô Nacif Elias, categoria –81Kg, brasileiro-libanês, embarcará na próxima terça-feira, para Tbilisi, na Geórgia, sede do Grand Slam, que acontece entre os dias 26 a 28 de março. 

Sua preparação está boa, ele tem se sentido bem, vindo de dieta, com saúde e muita disposição para obter um bom resultado. Nacif que estava classificado para lutar o Grand Slam de Tashkent, que aconteceu no início deste mês, infelizmente não conseguiu competir, por conta da pandemia, que gerou transtorno tanto no Líbano quanto para a Federação Internacional Libanesa, pois são eles que financiam a sua passagem. 

Mas, agora o foco será em Tbilisi. Seus treinos tem sido no Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte:  

“Essa competição é uma das mais fortes do circuito mundial, os atletas mais fortes que estão no circuito são da Geórgia, tendo 4 atletas na categoria. Na preparação não tenho tido dificuldade nenhuma, o Minas Tênis Clube está me dando toda estrutura e suporte necessário, mantendo também minha dieta. A parte financeira que complica um pouco, porque estrutura eu tenho, mas não ganho salário mensal, e o Líbano está passando por uma crise e eles não conseguem manter um dinheiro mensal para me ajudar, mas até aqui, Deus tem me sustentado, e tenho batalhado para vir bons resultados neste ano olímpico.”, relatou Nacif Elias. 

Sua equipe no Minas Tênis Clube é composta pelo preparador físico André Avelar. Quem comanda a parte técnica é o Fúlvio Miyata, medalhista em campeonato mundial, ex-técnico da Seleção Brasileira principal, que esteve na última olimpíada. E também o Hugo Pessanha, que é o auxiliar do Fúlvio Miyata. “Então, estou bem assessorado, com pessoas boas e de confiança, para que eu tenha bons resultados.”, declarou Nacif. 

E sobre os treinamentos:  

“Fazia tempo que eu não tinha materiais humanos tão qualificados para poder treinar, tendo atletas de Seleção Brasileira, Eduardo Betoni, Thiago Palmini, Juscelino, Gabriel Schimidt,  que são líderes do ranking brasileiro. Não tenho o que reclamar, tem sido muito bom os treinamentos.”, afirmou o atleta 

Quem irá acompanhar Nacif durante a competição na Geórgia, é o técnico da Seleção Libanesa – Francois Saade Júnior, o seu antigo técnico Gabriel Vicentini agora faz parte da equipe do Paraguai. E Nacif já conhece Francois Saade Junior desde 2010, eles tem uma boa amizade e o mesmo o acompanhou em sua primeira competição, representando o Líbano. 

Nacif realizou cinco dias antes de viajar o teste para Covid-19 e em 48 horas realizou o segundo exame, seguindo os critérios para a competição. 

Em outubro de 2020, ele tinha duas competições marcadas e já com passagens compradas o Grand Slam da Hungria e a Copa Pódio, em Balneário Camboriú. Mas, dias antes, na perda de peso, ele acredita que sua imunidade baixou e ele acabou sendo contaminado pela corona vírus. Ele sentiu muita febre, dor no corpo, teve sinusite, coisa que ele antes não tinha. “O vírus é bastante forte, acredito que uma pessoa já doente, ou idosa, deve ser bastante pesado e gerar sequelas, porque eu estava treinado, em uma forma física muito boa, e de repente esse vírus me derrubou pesado. Fiquei dias muito mal, e me recuperei em torno de uma semana.”, contou Nacif. 

O atleta também está promovendo uma “Vakinha” Online, pois ainda precisa de mais apoio, pois os gastos para manter um atleta de alto rendimento é muito alto neste período de preparação paras as olimpíadas.  

Quem puder contribuir, Link Vaquinha Online: 

 http://vaka.me/1669444 – AJUDE O SONHO OLÍMPICO DO ATLETA DE JUDÔ NACIF ELIAS 

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *