ITAPEMIRIM: MP deflagra operação, apreende ônibus do CRAS com 59 cestas básicas, o caso foi parar na delegacia de polícia

Morador carregando a cesta e o santinho de Thiago Peçanha
Foram parara na delegacia

Em Itapemirim, ônibus do Cras é apreendido pelo MP com cestas básicas e vai descarregar direto na delegacia. Virou caso de polícia, sexta-feira 13, azar?

Ônibus do Cras é descarregado na Delegacia de policia Civil

Em Itapemirim, o clima eleitoral esquentou de vez nesta sexta-feira, 13. Deu zebra, literalmente, o secretário de Assistência Social terá de arrumar uma convincente explicação para o chefe da Polícia Civil, Dr. Djalma Lemos depois da apreensão do ônibus do  Centro de Referência da Assistência Social – Cras com cestas básicas.

Em cumprimento a um mandado de busca e apreensão, o Ministério Público – MP através do promotor de justiça, Américo José dos Reis, apreendeu na tarde desta sexta, 13, em Itapemirim, um ônibus do Cras a serviço da Prefeitura da cidade com 59 cestas básicas que estariam sendo distribuídas às famílias economicamente desfavorecidas.

De acordo com o promotor, a um veículo de imprensa,  a ação ocorreu após chegarem ao conhecimento do MP denúncias de que pessoas ligadas à prefeitura estariam distribuindo cestas básicas e entregando santinhos do prefeito e candidato a prefeito, Thiago Peçanha (PRB) e de seu vice, Nilton César Soares Santos, o Dr. Niltinho (Republianos).

“Tínhamos notícia de que estavam distribuindo cestas básicas desde cedo, praticamente na véspera da eleição. Não pode”, explicou o promotor, que pediu mandado de busca e apreensão, que foi concedido pelo juiz Romilton Alves, da 22ª zona Eleitoral de Itapemirim.

O ônibus, que atende ao CRAS foi encontrado pelo MP quando passava pelo centro do município. O promotor mesmo fez a apreensão e o conduziu a Delegacia da Polícia Civil – PC.

Um vídeo mostra as cestas básicas sendo retiradas do ônibus e levadas à unidade de polícia.

O delegado Djalma Lemos confirmou que o ônibus foi apreendido e a ocorrência entregue sem suspeito detido. O caso seguirá sob investigação.

Será instaurado inquérito para apuração do crime previsto no artigo 299 do Código Eleitoral, de captação ilícita de votos. A ação também pode confirmar abuso de público e econômico na esfera cível.

 A um portal de Notícias, o secretário de Assistência Social, Angel Hugo Correia informou que o ônibus faz uma rota que segue um programa municipal instituído por lei.

Convém frisar que a apreensão se deu por volta das 17h00, sexta-feira, 13, véspera das eleições.

O azar foi confirmado com um morador que carregava uma cesta básica na cabeça e no bolso um santinho do candidato a prefeito Dr. Thiago Peçanha, o mesmo ainda foi mostrado para o câmera. Pela cena, está complicado doutor, vá se explicar ao delegado e ao MP!

O delegado afirmou que além do ônibus havia um caminhão próximo a espera das cestas e pelo menos 59 cestas foram descarregadas por funcionários da Prefeitura de Itapemirim na delegacia. Ele vai ouvir todos os envolvidos e trazer a verdade dos fatos. Contudo, segundo o delegado, tudo leva a crer que se trata de crime eleitoral.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*