Publicidade

Fósseis, novo livro da Escritora Fabiani Taylor será lançado amanhã, na cafeteria Divino Sabor

Além da poesia concreta para crianças, o livro Fósseis de Fabiani Taylor traz informações sobre seres pré-históricos, bem como, a língua dos sinais (libras) para a criança interagir e adivinhar o nome do dinossauro.

Fotos: Divulgação

A escritora piúmense Fabiani Taylor, está com o coração acelerado para o lançamento do seu mais novo livro, Fósseis, neste sábado 02, às 19h00, na charmosa Cafeteria Divino Sabor, em frente ao Quiosque 39, na Avenida Beira Mar, em Piúma. Momento muito especial para a literatura, onde um sarau ocorrerá com presenças confirmadas de outros escritores e poetas, além de uma belíssima apresentação de saxofone.

O nono livro publicado pela escritora Taylor, tem como público alvo crianças. Cheio de imagens ilustrativas e muita diversão em forma de poesia, possui formato de dinossauro, informações sobre esses seres pré-históricos bem como a língua dos sinais (libras) para a criança interagir e adivinhar o nome do dinossauro. 

A escritora está com uma nova parceria, agora com a Editora Jordem, de Vitória ES. Quem escreve a orelha do livro é a advogada Penélope Taylor, sua filha, e a contracapa, a Doutora Márcia Araújo. “Estou muito feliz com este novo livro, e amanhã espero vocês no lançamento, teremos um sarau de poesia com convidados muito especial. Obrigada a todos os patrocinadores que apoiam a literatura”, agradeceu a escritora.

No lançamento o livro será autografado e vendido a R$30.00, se comprar dois paga R$50.00. Depois do lançamento a venda será feita com a própria escritora.

Flip

A Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) aconteceu entre os dias 23 a 26/11/2023, com uma programação principal e diversas alternativas que reuniu autores já consagrados nacional e internacionalmente, bem como grandes e pequenas editoras e autores independentes.

A colunista Fabiani Taylor esteve presente nos dias 25 e 26 e conferiu três mesas com escritores renomados.

Na mesa – “Os passarinhos se escondem dos homens”, as autoras Monique Roffey e Colombe Schneck falam da relação da sua escrita com a história e conflitos de seus países, com mediação Anabela Mota Ribeiro. A mesa contou com apoio do Consulado Francês.

Na mesa – “Vocês servirão de lenha para a fogueira transformadora”, Christina Sharpe e Leda Maria Martins celebraram a potência da arte negra na literatura. O encontro, que aconteceu neste sábado da #Flip2023, teve mediação de Jamille Pinheiro Dias.

A possibilidade de vivenciar o outro na literatura e de atravessar territórios trazendo à tona a ancestralidade e a reparação uniram o escritor Itamar Vieira Junior, a artista e educadora Glicéria Tupinamba e a educadora Miriam Esposito neste domingo da #Flip2023. “Só então pude falar (Zé Kleber)”foi mediada por Adriana Ferreira Silva.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *