Filha e tio procuram o corpo da mãe em meio aos entulhos em Iconha

A filha e o tio estão sozinhos procurando pelo corpo dela que desceu nas águas

A casa caiu com Gelseir e foi levada pela água, a filha está desesperada desde sexta-feira procurando com o tio o corpo em meio aos entulhos e lama

Bruna Bourguignon, 27 anos, é filha de Gelseir de Lima Bourguignon, mais conhecida como Jose, 52 anos, residente no bairro Santa Luzia em Iconha, ela está desolada pois a mãe, segundo ela morreu e foi levada elo rio, e o corpo não foi encontrado. Jose desaparecida desde sexta-feira. A filha e o tio estão sozinhos procurando pelo corpo dela que desceu nas águas, após a casa que ela estava no telhado ser atingida por um caminhão de gás e desabar no rio Iconha sendo levada pelas fortes correntezas.

“Minha mãe saiu as 19h30 para participar de atividades da terceira idade, por volta das 21h30 começou a encher em Iconha, avisara para ela ficar, mas ela insistiu dizendo que tinha de ir em casa, quando ela chegou à casa dela, que ela entrou, a água já estava pela cintura e as portas não abriam, só de fora para dentro. Dois vizinhos foram tentar ajuda-la, um a jogou para cima do telhado, quando e ela estava no telhado veio o caminhão do depósito de gás, bateu na casa e levou com ela e tudo. Eu e meu tio estamos na busca sozinhos, pelo rio e em meio aos entulhos, não podemos esperar pelo Corpo de Bombeiros”.  

A sobrinha da vítima, Maria Eduarda Bourguignon Távora, disse que há poucas informações sobre como aconteceu a tragédia. “Fomos até o local ontem (sábado) e os vizinhos falaram que viram ela sendo carregada pela tromba d’água. Infelizmente essa é a única informação que temos até agora”.

Segundo Maria Eduarda, a tia estava pedindo socorro quando o imóvel desmoronou. Apenas o banheiro da casa ficou de pé. Todo o restante foi levado pela força das águas.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*