Condutora supostamente embriagada se envolve em acidente e mata operador de máquinas em Piúma

Acidente de moto mata operador de máquina em Piúma, informações da condutora do Cruze dão conta de que Júnior invadiu a contramão, mas ela se recusou a fazer o teste do bafômetro

Gilcinei deixa quatro filhos e uma esposa

O operador de máquina Gelcinei dos Santos Junior, 37 anos, residente no bairro Aparecidinha, em Piúma morreu na madrugada desta sexta-feira, por volta de 1h30, depois de se envolver em um acidente de moto, na Rodovia Jorge Feres, nas proximidades da Concrevit.

Este é o Cruze envolvido no acidente – Foto Maria Eduarda

Segundo a condutora do veículo teria contado aos familiares de Gelsine que ele invadiu a contramão. Ele havia chegado de Piúma em Casa e decidiu retornar, quando a cidade quando o acidente ocorreu.

De acordo com informações da Polícia Militar, assim que acionados localizaram próximo a Loja Macônica, no bairro Nova Esperança, os veículos envolvidos no acidente, sendo um ciclomotor Shineray de cor preta, sem placa, e um Chevrolet Cruze, placa ODL-7879.

O impacto da batida acabou ferindo Juliana Vinco Ambrosim, condutora do veículo Chevrolet Cruze envolvido no acidente, ela foi socorrida para o Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Piúma pela ambulância do Samu, para receber os devidos atendimentos médicos, devido estar sentindo dores e com algumas escoriações pelo corpo, conforme boletim de atendimento de urgência.

Informações da PM dão conta de que Gelciney conduzia o veículo com CHN incompatível com a categoria e que devido ao acidente de transito veio a óbito no local.

Os policiais se deslocaram até o Hospital de Piúma onde Juliana já se encontrava liberada pelo atendimento médico, sendo conduzida até a Delegacia de Itapemirim para que medidas cabíveis sejam tomadas.

A condutora do Cruze se recusou-se a realizar o teste do bafômetro, sendo confeccionado o exame de constatação de alteração da capacidade psicomotora, tendo em vista que ela encontrava-se com cheiro de álcool, olhos avermelhados, sonolência e informou aos militares ter feito ingestão de uma long neck de cerveja, por volta das 23 horas do dia anterior 19. Foi lavrado do flagrante e aprendida a carteira de Habilitação.

O corpo permaneceu no local até a chegada da Perícia que o removeu para Departamento Médico Legal – DML, de Cachoeiro de Itapemirim, onde será necropsiado e liberado para sepultamento.

O velório deverá ocorrer na Capela do bairro Nova Esperança a partir das 20h00 e o sepultamento amanhã, ainda sem hora definida.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*