Com patrocínio da Lei de Incentivo, Serra recebe primeira etapa do Circuito Mundial de Bodyboarding Feminino

A adrenalina vai tomar conta da Praia do Solemar, em Jacaraípe, na Serra. A partir deste sábado (20), a elite do bodyboarding feminino se reúne para a disputa do Wahine Bodyboarding Pro 2024, a primeira etapa do Circuito Mundial da modalidade. Atletas de cerca de 10 países confirmaram presença na competição, incluindo a japonesa Sari Ohhara, que conquistou o título de campeã profissional da edição 2023.

O evento é realizado pelo Instituto Neymara Carvalho e IBC, com patrocínio da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport), por meio da Lei de Incentivo ao Esporte Capixaba (LIEC). A grande novidade desta edição é a inclusão de atletas com deficiência visual na categoria PcD, que vão competir ao lado das mastectomizadas e amputadas.

O técnico esportivo do Comitê Paralímpico Brasileiro e consultor da categoria PcD do evento, Hudson Renato, falou sobre a iniciativa inédita na modalidade: “Temos duas novidades nesta edição. Uma delas é a bateria composta por atletas com sequelas de doenças que ocasionaram a condição de cegueira ou deficiência visual. Uma iniciativa inédita no mundo, por ser a primeira bateria em competição oficial de bodyboarding composta por mulheres deficientes visuais. A outra é a de munir as atletas com informações de conteúdos educacionais pertinentes ao conceito de esporte e pessoa com deficiência.”

 Entre as participantes da categoria, está a pernambucana Carla Cunha, que estreou no torneio no ano passado e busca mais um título na Praia do Solemar. A atleta amputou a perna após sofrer um grave acidente de moto, em 2016. 

“A vitória em 2023 foi bem significativa para mim, pois competi pela primeira vez apenas contra mulheres com o mesmo tipo de deficiência, e isso me colocou em situação de igualdade e me trouxe a vitória. Para este ano, as expectativas são as melhores possíveis. Darei o meu melhor, mostrando que o limite está na mente, e não em meu corpo. E espero me divertir muito nas ondas de Jacaraípe novamente”, contou a atleta.

 A etapa conta com cinco categorias: Pro Junior, Profissional e Master Woman – válidas pelo título mundial -, além de Open (Amador) e PcD, que são voltadas para inclusão e fomento do esporte. As disputas seguem até o próximo dia 27.

Lei de Incentivo ao Esporte Capixaba (LIEC)

Sancionada pelo governador do Estado, Renato Casagrande, a Lei de Incentivo ao Esporte Capixaba (LIEC) é importante para promover atletas, clubes, federações, associações e competições esportivas, de forma geral, em todo o Estado, por meio de recursos captados com empresas instaladas no Espírito Santo.

O objetivo é abranger projetos em diversas categorias, como o desporto educacional, de lazer e de participação, voltados para as ações com o público em geral, e de rendimento, direcionados para atletas e paratletas de alto rendimento, com foco na melhora dos resultados em competições.

Como patrocinar

As empresas que desejam financiar os projetos esportivos do Estado, por meio da Lei de Incentivo, a LIEC, podem acessar o site oficial da Sesport e analisar os projetos já aprovados. Em caso de interesse por parte das empresas, ela pode entrar em contato com a Sesport para receber mais informações dos proponentes.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade