Caso Jane Cherubin: pai e irmão de Jonas Amaral não serão presos

Após ouvir os depoimentos do pai e do irmão de Jonas Amaral, acusado de agredir a namorada Jane Cherubin em Pedra Menina, o delegado de Alegre, Dedier de Carvalho decidiu por não pedir a prisão deles. A dupla era suspeita de modificar a cena do crime, onde Jane foi agredida.

Segundo Dedier de Carvalho a ação do pai de Jonas não foi intencional. “Ao meu ver essa mudança da cena do crime não foi intencional. O pai ficou perdido, atordoado, sozinho lá naquele local. Ele tinha que voltar, pelo que constatei. Ele conversou com uma pessoa para ele pegar o caminho na direção de Espera Feliz. Ele veio sozinho e encontrou a polícia no meio do caminho”, contou o delegado.

As oitivas aos envolvidos no caso foram realizadas na Delegacia de Alegre, durante a tarde deste sábado (9). Ainda segundo o delegado, não há contradições entre os depoimentos dos parentes de Jane e da família do agressor.

A Polícia Civil continua a investigação do caso e mais testemunhas serão ouvidas no decorrer da semana. Jonas Amaral continua foragido.

Texto: Edézio Peterle

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*