CARIOCA É ASSASSINADO com três tiros às 4h30 em Itaipava, próximo ao palco

Houve uma discussão e as câmeras do vídeo monitoramento flagraram, o assassino já foi identificado, a motivação ainda não foi descoberta

O paulista Sérgio Mota, mais conhecido como Carioca, 29 anos, residente no bairro Monte Aghá, em Piúma foi assassinado na madrugada desta sexta-feira, 10, com três tiros, sendo um no tórax, um na axila e outro na cabeça, logo após ao show de Dilsinho, na Praia de Itaipava/ Itapemirim

De acordo com o secretário da Defesa Civil de Itapemirim, coronel Gazzani, as câmeras do vídeo monitoramento mais um vez flagrou o crime e poderá desvendar os detalhes.

Segundo o coronel Gazzani houve uma discussão próximo ao palco, logo após o show e minutos depois os disparos.

O secretario de Turismo, Wilson Viana ressaltou que o disparo ocorreu as 4h30 da manhã, onde já não havia quase nenhum público na área de evento. Toda área de evento contou com 90 seguranças particular da SVA, das 06H00 da manhã até as 3h00 da manhã.

De acordo com o delegado que responde por Itapemirim, Dr. Djalma Pereira Lemos, a Polícia Civil – instaurou o inquérito e já deu início às investigações, já identificou inclusive dois homens que discutiram com a vítima antes dos disparos.

Frisou o delegado que Sérgio é de São Paulo mas estava residindo em Piúma, onde inclusive trabalhou em uma quiosque. Ele já respondeu processo acusado na Lei Maria da Penha em 2017.

De acordo com informações da Polícia Militar, grande parte do público já tinha deixado o local. A vítima estava ao lado do palco, quando foi surpreendida pelos disparos. A motivação ainda é desconhecida.

A vítima chegou a ser socorrida até o Hospital Menino Jesus, em Itaipava, mas não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada na unidade.

O corpo de Carioca foi encaminhado ao Departamento Médico Legar – DML, de Cachoeiro de Itapemirim.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*