ASSASSINATO EM PIÚMA: vídeo mostra o momento da correria na hora dos tiros no quiosque

O crime pode ter relação com uma briga que rolou no rock América Pie, em Itaoca há cerca de 20 dias, o suspeito do assassinato teria se desentendido com vítima e o ato acabou com tiros para o alto e ontem neste triste desfecho

José Renato tinha acabado de chegar ao local, estava com a namorada

O peixeiro José Renato Rodrigues, 26 anos, residente no Porto, em Piúma foi covardemente assassinado na madrugada deste domingo, 04, com oito tiros, em frente a um Quiosque, na orla da Praia, em Piúma.

Um homem vestindo moletom e capuz na cabeça chegou por trás do quiosque pela praia e já disparando contra José Renato que caiu de costas na calçada, ele foi alvejado com seis tiros e depois já no chão, com mais dois que o mataram na hora.

Foto de Jose Renato voltando do Mercadinho para o quiosque

Uma testemunha que preferiu não se identificar disse que José Renato estava no Mercadinho, ao lado do Edifício Polonini 02, ele tinha acabado de comprar uma bebida e voltou para Quiosque, onde estava uma multidão, exatamente as 23h57. Às 0h02 o assassino o matou.

De acordo com a tia de José Renato, Ruana Ávila, a Ruainha, o sobrinho tinha acabado de chegar de Iconha ao local do crime com a namorada. Minutos antes, ela o abraçava quando saiu para ir ao bar em frente chamar a sua namorada e ouviu os tiros e viu a correria.

Ruaninha ao perceber que o matador havia descarregado a arma em cima do sobrinho saiu pela praia correndo atrás dele e depois pegou o veículo e tentou alcança-lo, mas o assassino entrou pela rua da Academia Assis Debiazi correndo a pé e desapareceu.

Ruaninha garantiu que o crime não tem relação com o tráfico de drogas, Zé Renato não devia nada ao assassino. O sobrinho havia se envolvido em uma confusão há uns 20 dias em Itaoca, no último American Pie, rock clandestino que estava rolando no balneário de Itaoca.

Ruaninha contou que o sobrinho não estava saindo muito de casa porque o pai está em sofrendo com uma depressão, e ele está ajudando a cuidar. Neste sábado José Renato chegou a convidar o pai para dar uma volta com ele, mas o pai não quis ir por não estar se sentindo bem. Há três dias, o pai de José Renato resolveu ir residir na casa da mãe para receber mais apoio emocional, a morte do filho será mais uma etapa difícil para o pai enfrentar.

Com os tiros houve muita correria e uma mulher que estava com os amigos de José Renato acabou quebrando um dedo do pé ao sair correndo.

Não foi no Bar da Taninha

A cerca de aproximadamente 300 metros do local do crime, o By Taninha Pub Music recém inaugurado estava lotado e muitas pessoas se desesperaram com o barulho dos tiros e deixaram o local correndo. Um empresário da cidade perdeu o celular na correria.

Informações no Bar dão conta que o crime ocorreu do outro lado da praia e não tem relação alguma com o estabelecimento que se tornou um point em Piúma em gastronomia.

Ruaninha depois de correr atrás do assassino e não alcançar voltou e levou ao Hospital Nossa Senhora da Conceição, contudo ele já chegou sem vida.

A Polícia Militar – PM esteve no Hospital para colher informações e não quis falar com a reportagem. O assassino fugiu do local em uma motocicleta, e não foi localizado.

O velório está sendo marcado ainda e deverá ocorrer na Capelinha de São Pedro, no Porto, possivelmente para após as 15h00.

O corpo de Zezinho será encaminhado ao Departamento Médico Legal de Cachoeiro de Itapemirim, onde será necropsiado e liberado para sepultamento.

Aguardem mais informações deste assassinato ocorrido em frente a um quiosque na orla da Praia de Piúma, no final da noite deste sábado.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*