14 pessoas em situação de rua são encaminhadas à Casa de Passagem em Cachoeiro

Um dos locais foi a Praça de Fátima; foram 21 abordagens pela cidade

Nesta quarta-feira (17), a Prefeitura de Cachoeiro mobilizou uma equipe intersecretarial para uma ação de abordagem a pessoas em situação de rua na região central da cidade.

O trabalho, realizado durante a manhã, teve como foco cinco pontos de concentração desse público: ponte municipal Fernando de Abreu, Praça de Fátima, imediações do Teatro Municipal Rubem Braga, Linha Vermelha (nas imediações do Museu Ferroviário Domingos Lage) e praça Guilherme Guimarães (pracinha do táxi).

Coordenada pelas secretarias municipais de Desenvolvimento Social (Semdes) – por meio do seu Serviço de Atendimento ao Migrante e à Pessoa em Situação de Rua (Pop Rua) – e de Segurança e Trânsito (Semset), a tarefa teve a participação das secretarias municipais de Saúde (Semus), de Serviços Urbanos (Semsur) e de Desenvolvimento Urbano (Semdurb).

No total, foram abordadas 21 pessoas em situação de rua. Dessas, 14 que mostraram interesse em ser acolhidas foram encaminhadas para a Casa de Passagem “Santa Tereza de Calcutá”, da Cáritas Diocesana. Elas também vão receber acompanhamento clínico da Semus. Os pertences daqueles que quiseram descartá-los foram levados, pela Semsur, para o Centro de Manutenção Urbana (CMU).

Além disso, uma pessoa abordada, devido a enfermidades por ela apresentadas, teve de ser levada diretamente para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Marbrasa, para atendimento médico.

“A assistência social tem trabalho continuado com a pessoa em situação de rua. O que precisamos compreender é que os serviços socioassistenciais oferecidos pela Semdes são de adesão voluntária do cidadão que se encontra em situação de rua. Jamais teremos ação de ‘retirada’. Pois são pessoas que possuem história, lembranças, sonhos e humanidade”, destaca a secretária municipal de Desenvolvimento Social, Márcia Bezerra.

Sobre o Pop Rua

O Serviço de Atendimento ao Migrante e à Pessoa em Situação de Rua é responsável pelo trabalho de acompanhamento desse público.

A equipe do setor, que conta com profissionais de assistência social e psicologia, promove encaminhamentos, por exemplo, para o usuário conseguir documentação ou para atendimentos de saúde.

Texto: Assessoria de Comunicação PMCI

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*