Praça Domingos José Martins na Vila será reformada pela Prefeitura

Publicado em às 8:53.
Por Assessoria de Comunicação

Um dos principais pontos turísticos do município de Itapemirim, a Praça Domingos José Martins na Vila, está sendo totalmente restaurado. A pracinha da Vila, como é conhecida, passará por obras de restauração e construção. Esse é um dos espaços mais tradicionais e frequentados da cidade, sendo que no período natalino ganha um charme especial e encanta turistas de diversas partes do Brasil e do mundo, que fazem questão de vir ao local para prestigiar a decoração.

A ordem de serviço para a reforma da Praça Domingos José Martins já foi assinada pelo prefeito de Itapemirim, Dr. Thiago, e as obras já começaram. A Praça é localizada no centro da cidade e fica de frente para a imponente Igreja Matriz Nossa Senhora do Amparo e ao lado da prefeitura municipal. A iniciativa da reforma, é aprovada pela maioria dos comerciantes e frequentadores da praça.

Serão investidos R$ 650.023,22 mil com recursos próprios. Dentre os reparos, está prevista a troca de piso, inclusive a calçada ao redor, meio-fio, com construção de rampa de acesso, novos equipamentos urbanos como bancos e lixeiras, além de uma nova iluminação que virá com a poda de árvore para melhorar ainda mais a claridade deste importante espaço público.

A obra de restauração, construção e paisagismo tem 240 dias para ser finalizada, a contar da data da ordem de serviço.

Conheça a história da Praça

A praça é uma homenagem a Domingos José Martins, que nasceu no dia 9 de maio de 1781 na Fazenda Caxangá, em Itapemirim, onde hoje se localiza o município de Marataízes. O capitão comandava o “Quartel” de estrada, criado em 1810, em frente à Ilha das Andorinhas na localidade (praia) de Boa Vista do Sul, ali localizado para fiscalizar e impedir o desembarque clandestino de africanos. O quartel também servia de apoio e proteção aos viajantes dos ataques dos índios Botocudos e Puris.

Domingos José Martins liderou a chamada Revolução Pernambucana, também conhecida como Revolução dos Padres, que foi um movimento emancipacionista que eclodiu em 06 de março de 1817, na então Capitania de Pernambuco, no nordeste do Brasil. Foi o único movimento separatista do período colonial que ultrapassou a fase conspiratória e atingiu o processo revolucionário de tomada do poder.

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*