Acusado de furtar uma Bros é preso na delegacia depois de dizer que teve mesma moto roubada

Publicado em às 10:11.
Por Da redação

 

Cara de pau, chegou de táxi, o bandido, com suas muletas, na delegacia e vai sair no camburão direto pro xilindró pra deixar de ser loroteiro e bandido

Fotos: Beto Barbosa

Foi denunciar um furto, acabou preso por ser o próprio ladrão, e o pior, estava no semiaberto, acusado de outros furtos e porte ilegal de armas. Ele tem uma perna só, se tivesse duas, talvez tivesse fugido a galope da Delegacia, onde na maior cara de pau foi reclamar um crime que ele mesmo era o acusado.

A Polícia Militar (PM), em especial o cabo Benevenute e soldado Assunção não dão trégua para o crime, muito menos para bandido descarado. A dupla na Guarnição da RP 4012 em um patrulhamento de rotina, pela Praça Geraldo Viana, na pacata e linda cidade de Muqui uma moto vermelha placa MQJ 5681. Estranhando o veículo, os PM’s resolveram fazer uma breve consulta junto ao Copom e acabaram descobrindo que a motocicleta havia sido furtada em Rio Bananal no dia 09 de janeiro de 2019, na cidade de Linhares.

Cientes da importância do fato, Assunção e Benevenute conduziram a moto até a sede da Delegacia da Polícia Civil, em Muqui. Voltaram ao centro da cidade histórica onde encontraram o veículo e foram averiguar as câmeras para ver o possível “ladrão” que a estacionou.  Na mesma DP os PM’s, o cabo e o soldado deram de cara com o nacional, Ivison Reis Souza, o Baiano. Nacional é como costumam adjetivar no Boletim de Ocorrência – BO, um envolvido em uma situação policial.

Após vinte minutos que o veículo foi recuperado pelos militares, o abusado, de uma perna só, acusado do crime, chegou de táxi na delegacia querendo pegar a moto dizendo que era dele. A caraça de Baiano nem queimou, tentando ludibriar a Polícia com uma lorota de que a moto encontrada na Praça era dele e que havia comprado há seis meses. Famoso da polícia em Mimoso e Muqui disse na Delegacia que era proprietário de uma moto Bros, vermelha placa MQJ 5681.

Pra se ter uma ideia de como transita bem no submundo da criminalidade, o meliante já furtou até um traficante, isso porque ele tem limitações físicas, se não as tivesse talvez ele até roubasse o Cristo Redentor de Mimoso, cidade que tem facilidade em cometer pequenos delitos.

Só pra contrariar, o Baiano que é bom de contar histórias, vai narrar várias no CDP em Cachoeiro de Itapemirim e passar a alta temporada no xilindró, pegando banho de sol uma vez por semana e contando suas lorotas aos manos veio da cela.

Enviar comentário

Seu e-mail nunca será publicado ou compartilhado.
Campos obrigatórios marcados com *.

*
*
*