Publicidade

Vitória recebe encontro de mestres da música instrumental brasileira

O maestro e pianista Nelson Ayres e o violinista Ricardo Herz apresentam show em duo no próximo domingo (26), no Teatro Glória, com participação da Camerata Jovem Vale Música

O público capixaba vai presenciar um grande encontro da música instrumental brasileira: no próximo domingo (26), às 18h, o duo formado pelo maestro e pianista Nelson Ayres e o violinista Ricardo Herz se apresenta no Teatro Glória, em Vitória, com participação especial da Camerata Jovem Vale Música. O evento tem patrocínio do Instituto Cultural Vale, por meio da Lei Rouanet, e conta com a parceria do Sesc-ES e da Fecomércio-ES.

O espetáculo terá como base o álbum lançado pela dupla em 2017, reunindo composições autorais e uma releitura do clássico samba “Maracangalha”, de Dorival Caymmi. A seleção musical fará um passeio pelos ritmos brasileiros, como o samba, choro, xote e baião.

Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia) e podem ser adquiridos no site Lets Events e na bilheteria do teatro.
Com o instigante subtítulo “violino e piano como você nunca viu”, o espetáculo promove uma união de linguagens musicais a partir de um encontro entre duas gerações da música instrumental brasileira. 

Com 40 anos de carreira, o pianista, regente e compositor Nelson Ayres consagrou-se como uma das personalidades da música instrumental brasileira contemporânea.  Com influência de Dominguinhos, Luiz Gonzaga, Egberto Gismonti e Jacob do Bandolim, Ricardo Herz é considerado um virtuose do violino e ganhou fama internacional pela técnica refinada com a qual mistura ritmos brasileiros, africanos e o sentido de improvisação do jazz. 

Afinidade

Ricardo Herz e Nelson Ayres se conheceram em 2004, quando o violinista concorreu ao Prêmio Visa da MPB, na edição dedicada aos instrumentistas, e o maestro Nelson Ayres era presidente da comissão julgadora. Tempos depois, Ricardo Herz convidou o maestro para gravar o CD “Nelson Ayres & Ricardo Herz – Duo”, que consolidou a afinidade entre os músicos. “Fiquei surpreso quando o Nelson aceitou o convite, e especialmente feliz com a generosidade dele como músico e como pessoa. É interessante como a sua personalidade se reflete na música, no jeito de tocar. O Nelson é muito cuidadoso e generoso no trabalho”, afirma Ricardo Herz, que faz questão de frisar a admiração pelo parceiro de palco. “Tocar com o Nelson é um grande aprendizado. As músicas dele são desafiadoras harmonicamente, e essa formação em duo é muito transparente e enriquecedora. Acredito que a gente consiga transmitir ao público essa força e união em torno da música”.

Para Nelson Ayres, sua conexão com Herz é totalmente pautada pela brasilidade. “Ricardo é o cara que reinventou o sotaque brasileiro no violino. Esse é o grande barato. Nosso repertório é composto basicamente de músicas autorais, com algumas coisas mais conhecidas no meio mais tradicional”, observa.

Entre as composições selecionadas para o show estão “Chorinho pro Sion”, homenagem de Nelson Ayres ao flautista Roberto Sion; o jongo “Upa” e “Xote da Corte”, ambas de Ricardo Herz; o clássico da bossa nova “Insensatez”, de Tom Jobim, com arranjo de Nelson Ayres; e uma releitura do forró “Fogo no Baile”, de Nelson Ayres, gravado originalmente com o grupo Pau Brasil.

Vale Música

Haverá, naturalmente, espaço para improvisações, e a participação da Camerata Jovem Vale Música promete oferecer brilho especial ao espetáculo. Ricardo Herz já teve a oportunidade de se apresentar com o grupo em quatro oportunidades: em Vitória, no Teatro Universitário e no Marien Calixte Jazz Music Festival; e em São Paulo, no Festival de Inverno de Campos do Jordão e na Sala São Paulo. Nelson Ayres, por sua vez, apresentou-se com a Vale Música Jazz Band em três ocasiões. “Tanto eu quanto o Nelson já fizemos trabalhos anteriores com o Projeto Vale Música. A Camerata vai tocar uma música comigo, uma com o Nelson e outra com o duo. Será uma alegria dividir o palco novamente com esses músicos jovens e talentosos”, afirma o violinista.

  • RICARDO HERZ REALIZA OFICINA GRATUITA NA ESTAÇÃO CONHECIMENTO

No dia 24 de novembro, às 13h30, o violinista Ricardo Herz vai realizar uma oficina de música brasileira aberta ao público, na Estação Conhecimento Serra, no bairro Cidade Continental, Serra. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas por meio do link https://forms.gle/X5ukVyrSTT5hxpFp8.

A ideia da atividade, segundo Herz, é apresentar uma aula-show sobre o processo de criação do duo e demonstrar as infinitas possibilidades do violino dentro da música de uma forma geral. “Pretendo quebrar um pouco o estigma do violino como instrumento utilizado apenas em músicas de concerto. Vou falar disso na oficina, sobre como montamos o repertório, como bolamos os arranjos e estudamos os acompanhamentos”, adianta.

  • PROGRAME-SE:

Concerto em Duo com Ricardo Herz & Nelson Ayres
Data: 26 de novembro (domingo)
Horário: 18h
Local: Teatro Glória – Centro Cultural Sesc Glória – Av. Jerônimo Monteiro, 428, Centro, Vitória (ES), 29010-002
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), à venda na bilheteria do teatro e no site Lets Events: https://lets.events/e/musica-nelson-ayres-e-ricardo-herz-26-11
Patrocínio: Instituto Cultural Vale, por meio da Lei Rouanet, do Ministério da Cultura (MinC)
Parceria: Sesc-ES e Fecomércio-ES

  • Oficina de música popular brasileira com Ricardo Herz

Data: 24 de novembro (sexta-feira)
Horário: 13h30
Local: Estação Conhecimento Serra – Av. Meridional, s/n – Cidade Continental-Setor Europa, Serra – ES, 29.163-512
Inscrições gratuitas:https://forms.gle/X5ukVyrSTT5hxpFp8

  • SAIBA MAIS SOBRE NELSON AYRES:

Nelson Ayres é pianista, maestro, arranjador, compositor e referência na música instrumental e na formação de novos talentos. Considerado uma das personalidades mais importantes da música instrumental brasileira contemporânea, foi maestro da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo por 10 anos e regeu prestigiosas orquestras no Brasil e no exterior, incluindo a Orquestra Filarmônica de Israel. Como pianista, liderou o Nelson Ayres Trio, ao lado de Monica Salmaso; integra o quinteto Pau Brasil; e se apresenta com o saxofonista John Surman. Tocou e gravou com Benny Carter, Toots Thielemans, Ron Carter, Vinicius de Moraes, Chico Buarque, Edu Lobo, Simone, Nana e Dori Caymmi, Milton Nascimento e Gal Costa, entre outros grandes nomes do jazz e da MPB. Seu concerto para percussão e orquestra foi indicado ao Grammy Latino 2011 como melhor CD de música clássica, junto à Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

  • SAIBA MAIS SOBRE RICARDO HERZ:

Ricardo Herz é considerado o reinventor do violino brasileiro. Graduado em violino erudito pela USP, iniciou sua formação musical aos seis anos, tendo passado pela escola Fukuda, em São Paulo, e aperfeiçoado seu conhecimento em escolas renomadas como a Berklee College of Music, nos Estados Unidos, e o Centre des Musiques Didier Lockwood, na França. Atuou como solista e compositor em orquestras como Camerata Fukuda, Sphinx Virtuosi (EUA) e Camerata Romeu (Cuba). Em 2021, recebeu o Prêmio Profissionais da Música, nas categorias Artista Instrumental e Autor Instrumental. Herz tem dez álbuns lançados, incluindo “Nova Música Brasileira para Cordas” (2019), com a orquestra feminina de cordas cubana Camerata Romeu. Na área pedagógica, mantém o aspecto inovador de sua carreira com o lançamento do primeiro método online de violino popular brasileiro, disponível no site  www.ricardoherz.com.br.

  • SIGA NELSON AYRES:

Instagram: @nelson.ayres
Facebook: www.facebook.com/nelson.ayres.10

  • SIGA RICARDO HERZ:

Instagram: @ricardoherz
Facebook: www.facebook.com/RicardoHerzFanPage
Site: https://ricardoherz.com.br/
YouTube: www.youtube.com/@RicardoHerzViolino

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *