Publicidade

Vice-governadora reúne vereadoras para debater viabilização de cursos e qualificações do programa Agenda Mulher

A vice-governadora do Estado, Jacqueline Moraes, participou, na última quinta-feira (15), no auditório do Palácio da Fonte Grande, em Vitória/ES, de uma reunião com 15 mulheres representantes das regiões Metropolitana e serrana do Estado do Espírito Santo. Na pauta, além da apresentação do balanço e perspectivas 21/22 do programa Agenda Mulher, foram discutidas formas para interiorizar o programa, que investe na qualificação de mulheres.

O objetivo do encontro foi buscar, por meio do diálogo com as agentes públicas do Estado, formas mais assertivas de levar para todo o Espírito Santo os treinamentos e qualificações, que buscam possibilitar o recomeço da vida, resgate da autoestima, qualificação profissional, inclusão no mercado de trabalho e geração de renda, contribuindo para a autonomia econômica e social da mulher, para que ela se torne a protagonista de sua própria história.

Segundo a vice-governadora, os cursos incluem qualificações diversificadas e até mesmo ferramentas emocionais, envolvendo diversas áreas do Governo do Estado e instituições parceiras. Durante o ano de 2020, foram desenvolvidos 22 projetos por meio do Agenda Mulher, e a meta é interiorizar as ações para que as mulheres possam criar seu próprio negócio, sabendo como gerir com conhecimento técnico, potencializando as vendas, com capacidade para inovar e se destacar entre os concorrentes.

Jacqueline Moraes explicou que os impactos das capacitações na vida das mulheres são muitos. “Temos inúmeros relatos de mulheres que começaram seus próprios negócios, que cresceram, formalizaram suas empresas ou conseguiram emprego após a capacitação. Com o decorrer das oficinas e a interiorização do programa, alcançamos mulheres de todos os segmentos: rurais, indígenas, quilombolas, entre outras. Sendo assim, enxergamos a importância de interiorizar o Agenda Mulher e abrir novas perspectivas em parceria com as vereadoras que já conhecem a realidade local”, afirmou.

A gerente do Escritório de Projetos da Vice-Governadoria, Maraney Lopes, apresentou os cursos disponíveis com um relatório de realizações de cada um deles, entre os quais, foram destacados:

Elas no Campo e na Pesca – Desenvolvido pela Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), beneficiou mais de duas mil mulheres com atendimentos, reuniões e visitas técnicas;

Corte de Lovelace – Desenvolvido pelo Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), certificou 50 meninas, residentes em bairros atendidos pelo Programa Estado Presente em Defesa da Vida, em programação e robótica;

Parceria Ela Pode/IRME (Instituto Rede Mulher Empreendedora) capacitou mais de 2.000 mulheres em 16 municípios do Estado;

Oficinas Pense Grande – Realizou 175 edições distribuídas em 125 escolas qualificando, ao todo, 5.600 jovens fomentando a cultura do empreendedorismo de impacto social;

Delas – Promovido pela Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e Empreendedorismo (Aderes), levou cursos de capacitação para mais de 1.300 mulheres microempreendedoras e empreendedoras individuais;

Qualificar Mulher ES –  Desenvolvido pela Secretaria de Inovação e Desenvolvimento (Sectides), oferece diversos cursos de qualificação profissional e teve mais de 8.600 inscritas na modalidade presencial e 25.000 inscritas na modalidade on-line.

Gestão Estratégia de Pessoas – Em parceria com a Escola de Serviço Público do Espírito Santo (Esesp), a qualificação treinou servidores dentro do mapeamento de perfil e elaboração do Plano de Desenvolvimento Individual, curso de autoliderança e mentorias individuais.

Participaram do evento as vereadora Almery Lopes (Santa Teresa), Aldi Maria Caliman (Venda Nova do Imigrante), Ivone Schliwe Guilherme (Santa Maria de Jetibá), Karla Silva Coser (Vitória), Patrícia Crizanto (Vila Velha), Raphaela Moraes (Serra), Sabrina Astori (Guarapari), Valéria Rosalém (Ibiraçu), Ediana Carla (Iconha), Gabriela Donateli (Iconha); e a vices-prefeitas Estéfane da Silva Franca Ferreira, de Vitória, e Edna Luzia Furtado, de Cariacica. Além das presenças da representante da Procuradoria da Mulher no Senado, Valneide Nascimento dos Santos e as técnicas Stela Roseto, do Projeto Delas (Aderes), e Renata Resstel, do Qualificar Mulher ES (Sectides)

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *