Vem Viver Piúma ganha um clipe com o Rei

Beto Kauê grava clipe Vem Viver Piúma e traduz a beleza da cidade nos versos da canção, mostrando nos trechos lugares lindos que o encantou

Para celebrar os 28 anos de relacionamento de amor e arte com a Cidade das Conchas, uma belíssima homenagem promete trazer muitos novos turistas a cidade depois das belezas marcadas nas cenas do clipe ‘Vem Viver Piúma’ gravado nesta semana pelo Rei de Piúma, o cantor Beto Kauê. O mesmo que arrasta multidões atrás dos trios elétricos no verão e carnaval escolheu lugares lindos para gravar o mais novo trabalho.

Uma verdadeira declaração de amor. Vários foram os pontos de gravação do clipe, pela manhã com o sol brotando Beto mostrou o espetáculo do nascer do sol no mar, da Praia do Acaiaca. No início da tarde a direção e o cantor gravaram num cenário mais verde do mangue margeado o Rio, na Praça das Garças, com um Ukulele e no barco, o cantor gravou o lado bucólico de Piúma por dentro da cidade.

A Praia da Maria Neném onde Beto hoje reside e administra uma bela pousada também foi cenário de parte do clipe. Mas, a visão do alto do Monte Aghá o encantou completamente com o pôr do sol, lá de onde se avista Iconha, Itaipava, Itaoca, todo Vale do Orobó e outras belas paisagens.

A relação do cantor com a Cidade de Piúma é de 1992 pra cá, na época ele integrava a Banda Pizindim. Em 1994 ele fez a primeira música para a cidade que leva o título de “Piúma”. Esta canção foi feita do que ele conhecia, do que conseguiu ver daquela cidade naquele momento, a Avenida Beira Mar, as Praias de Acaiaca e Corujão, “depois eu vim saber que são bairros e o Monte Aghá, conseguia ver pela sua imponência, fiquei descobrindo que ele se chamava Lugar de Ver Deus”, contou.

Em homenagem ao Bloco Agarrei Beto fez a segunda música para Piúma, “Vamos abraçar o Monte Aghá com a ideia de fazer as pessoas abraçarem o trio elétrico, abraçando simbolicamente o Monte Aghá. A música tem um trecho, ‘vamos abraçar o Monte Aghá, vamos lá, vamos lá… Lá em Piúma, vamos lá vamos lá. Esta é a segunda música que fala de Piúma, e a terceira música vem em 2012, chama-se vem Viver Piúma”, contou Beto.

Em agosto de 2019 o cantor decidiu vir morar em Piúma, momento em que descobriu muitas belezas que não conhecia tão bem, entre estas: a Praia Maria Neném, a Praia do Pau Grande, o Vale do Orobó, as Ilhas do Meio, a dos Cabritos e a do Gambá.  “Subi o Monte Aghá, fiz voou sobre a cidade e aí decidi a partir daí que eu faria um clipe a partir da música Vem Viver Piúma por perceber que Piúma tem tanta coisa bonita para oferecer e que isto precisa ser exaltado, que a natureza foi muito benevolente com a cidade e isso pessoa ser assistido, mantido, porque o tempo inteiro parecia que Piúma era um trio elétrico na Avenida e nada mais”, emocionou-se. Para Beto o trio elétrico na Avenida é muito importante para Piúma e parece que está no DNA da cidade, cai muito bem, na modéstia opinião dele, mas, Piúma tem muita coisa para se curtir. 

“A minha relação com Piúma é tão bonita e eu agradeço tanto a Deus porque através da música ter conhecido Piúma, que eu precisava registrar isso. Este registro já tinha acontecido com música, só que hoje tudo é mais áudio visual. Houve um tempo que era só áudio, quando eu gravei a primeira música em 1994 era apenas áudio, o clipe hoje celebrar estes 28 anos da minha arte com Piúma. O clipe é basicamente para marcar esta celebração. É uma grande declaração de amor. Quando eu fecho a música coma frase, ‘Vem viver Piúma. A frase que você mais vai ouvir é Vem viver Piúma. Este é um lugar realmente para se viver”, declarou o seu amor a Cidade das Conchas.,

Nas memórias de Beto Kauê uma visita a um apartamento de um amigo de Juiz de Fora em Piúma.  “Aqui é proibido ter pente, espelho e sandália. Meu amigo me disse isso, o cara convidava a viver Piúma da forma mais intensa que era o mais natural. Ele tinha um fascínio por Piúma, que era o meu e o de um bucado de pessoas que conhecem esta cidade. Isto precisava ser celebrado com uma música boa, estamos trabalhando para o clipe ficar muito bom também, se Deus quiser”, frisou o Rei de Piúma.

Fotos Beto Kauê / Produção

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*