Publicidade

VACINA MEIA CURA: Pandemia de desencontros, incertezas e óbitos evitáveis.

Essa pandemia veio mostrar que o Brasil pela sua imensidão territorial, antagonismo político e logística de terceiro mundo, não consegue fazer frente ao Covid19,nem a qualquer outra patologia infecciosa emergente, de grandes proporções, que nos venha a acometer. Além da ausência da vacina, a quantidade de insumos paralelos à vacina, é insuficiente para os milhões de habitantes do país.

No momento há pessoas em Manaus, morrendo por falta de oxigênio. Trata-se de miopia administrativa mais falta de logística sanitária. É preciso lembrar que as vacinas prontas já começam a contar data de validade. Isso sem falar na sua correta aplicação e acondicionamento. A vacina contra o Covid19 é a solução primária, que embora pronta, depende de normas e pareceres da ANVISA para ser utilizada. A par disso o que se vê é a disputa entre políticos, laboratórios e a própria ANVISA, postergando via documentação e outros expedientes burocráticos a imunização da população.

A par de todo esse genocídio consentido, as informações que nos chegam via mídia em relação as vacinas, não dispõem de uma data limite para serem disponibilizadas à população. As datas são mudadas todos os dias, e uma mesma vacina apresenta diferentes graus de eficácia. Ontem a eficácia foi de 47,5;hoje já se fala em 65.48.Amanhã quiçá 85.04.Há pessoas, como eu, que têm reservas em relação às vacinas que foram criadas a “toque de caixa” em tempo recorde passando por cima de protocolos procedimentais.

Vacina para mim tem que apresentar sempre e em qualquer situação, taxa de cobertura de no mínimo de 95%Se não for dessa forma, é ganho laboratorial sem resultado prático. É dinheiro público jogado ao vento. Cabe aqui uma piada>>> Entre os queijos, existe um chamado de MEIA CURA. Por analogia chamarei daqui para frente, vacinas com variáveis de respostas imunológicas de VACINA MEIA CURA.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade