Transexual assassinada em Cachoeiro era de Vitória e passaria temporada no município

A transexual, Jahy Bianchini, 20 anos, morta com um tiro na cabeça durante um assalto na madrugada desta quinta-feira (30), na comunidade de Santa Clara, localidade de Morro Grande, em Cachoeiro de Itapemirim, era de Vitória, e estava no município para passar uma temporada.

Segundo informações, Jaylan Pedro Soeiro de Oliveria, estava há 15 dias no município, onde pretendia passar alguns meses.

 

O CRIME

De acordo com uma amiga, também transexual, que estava com a vítima, dois homens em um Fox de cor prata convidaram as garotas para fazer programa. Ao chegarem em uma estrada de chão, na comunidade de Santa Clara, a dupla, que estava armada, anunciou o assalto.

Um deles, desferiu uma coronhada na cabeça do vítima. A arma, segundo a amiga da vítima, acabou disparando. A testemunha e a transexual foram abandonadas no local. A amiga de Jaylan conseguiu chamar a polícia. Jahy foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas já chegou sem vida ao hospital.

A Delegacia Especializada em Infrações Penais (DEIC) vai investigar o caso. A PM fez buscas na região mas não localizou os suspeitos.

 

FONTE: AQUI NOTÍCIAS

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*