TRÁFICO: Polícia prende um dos criminosos mais procurados

A Polícia Militar chegou até o foragido depois de um tiroteio

Um dos criminosos mais procurados do Espírito Santo foi preso após um tiroteio que aconteceu em Cariacica. Segundo a polícia, Gregory Furlan de Souza, de 29 anos, conhecido como “Nego Gregory”, é apontado como um dos líderes do tráfico de drogas do bairro Primeiro de Maio, em Vila Velha. Ele entrou no cofre da viatura negando qualquer acusação.

Segundo a polícia, o suspeito estava foragido em razão de dois mandados de prisão em aberto. Apesar de ser apontado como traficante em Vila Velha, foi em Cariacica, onde estava escondido, que a Polícia Militar conseguiu encontrá-lo.

A Polícia Militar chegou até o foragido depois de um tiroteio registrado no bairro Campo Verde, na tarde de quinta-feira (12). Militares foram reforçar o policiamento no local e durante o patrulhamento encontraram duas pessoas em situação suspeita com uma sacola em mãos. Ao perceber a presença da PM, a dupla correu e entrou em uma casa para fugir, mas os policiais foram atrás.

Na residência, a polícia encontrou com um dos suspeitos, um revólver. Com o outro, foram encontradas 325 pedras de crack e a sacola vista antes estava com mais 200 pinos de cocaína. Ainda no local, a polícia encontrou material para o embalo da droga, balança e mais um indivíduo. Esse terceiro era o foragido.

Gregory, Cristiano Silva dos Santos e Welder Soares dos Santos foram encaminhados para a Delegacia Regional de Cariacica. De acordo com os policiais, ainda na delegacia, o suspeito foragido ameaçou a equipe. Para minimizar o risco de fuga do detido no caminho dele ao presídio, o policiamento precisou ser reforçado.

Em 2015, a prisão do suspeito foi noticiada na Rede Vitória. Na época, Gregory foi preso com 36 papelotes de cocaína, 11 gaiolas com pássaros silvestres e ainda uma moto roubada. Segundo a PM, para tentar escapar, ele pulou os muros de 12 casas.

Para a polícia, o preso é considerado um indivíduo perigoso. Um dos processos dele é por homicídio e outro por porte ilegal de arma. Na manhã desta sexta-feira (13), ele afirmou que vai provar que é inocente. 

Fonte: folhavitoria

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*