Teatro Rubem Braga recebe festival nacional de dança neste fim de semana

A premiada bailarina e coreógrafa Liviane Pimenta (dir.) fará participação especial

Começa nesta sexta-feira (19) a primeira edição do Fest Dance, um festival nacional de dança que acontecerá no Teatro Municipal Rubem Braga, em Cachoeiro. O evento reunirá cerca de 500 bailarinos, entre grupos, escolas, academias e estúdios de todo o país, que farão mais de 100 apresentações gratuitas até domingo (21), sempre das 15h às 21h.

Organizado e coordenado por voluntárias do Grupo de Dança Emoções e membros da Associação de Dança, Esporte e Lazer da Terceira Idade (Adelti), o projeto tem fomento da Lei Rubem Braga de incentivo à cultura. Serão 35 exibições na sexta-feira, 44 no sábado e 31 no domingo.

Um dos objetivos do festival é valorizar a prática da dança e ampliar o envolvimento popular no segmento artístico. Por isso, haverá diversas modalidades, como balé clássico, dança contemporânea, dança moderna, danças urbanas, danças populares, dança escolar e estilo livre.

Além de grupos de Cachoeiro, que serão responsáveis por mais de 50 exibições, as apresentações serão feitas por artistas de Vitória, Vila Velha, Cariacica, Alegre, Castelo, Muqui, Mimoso, Muniz Freire, Itapemirim, Itaipava, Piúma e São Paulo.

Outro atrativo é a participação especial da premiada bailarina e coreógrafa Liviane Pimenta, delegada do Conselho Brasileiro de Dança do Espírito Santo. Ela estará acompanhada de uma delegação de 40 bailarinos, que serão responsáveis por encantar o público com 17 coreografias.

O bailarino e coreógrafo Lucciano Coelho também fará parte do festival. Ele e Liviane Pimenta farão uma análise pedagógica das coreografias, que possibilitará a troca de experiências e promoverá a prática e o incentivo à dança.

“Este Festival foi idealizado para os que amam a dança, para aqueles que praticam e amam essa arte. E serão três dias em que a dança estará disponível a todos, num espaço democrático e diversificado, e melhor, totalmente gratuito”, afirma uma das coordenadoras do projeto, a professora Márcia Teixeira Rocha D’Oliveira.

“Apoiar um evento que certamente enriquecerá a cultura da nossa cidade é motivo de muita satisfação. Por isso é tão importante termos, no nosso município, uma lei relevante como a Lei Rubem Braga. Incentivar manifestações artísticas desse nível, com tamanha demanda, é um dos nossos grandes objetivos. Além disso, é sempre prazeroso poder oferecer esses tipo de atividades de modo gratuito à população. Afinal, Cachoeiro tem muita potencialidade para promover eventos assim”, salienta a secretária de Cultura e Turismo do município, Fernanda Martins.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*