Sinta-se à vontade para me pregar na cruz na hora que desejar, pastor!

ps: Pastor é apenas uma metáfora, o cara pode ser padre, coroinha, pai de santo, papa, qualquer coisa… “Pode pegar a chibata”

Se tem uma coisa que eu abomino é OPORTUNISMO. Não suporto este tipo de prática e não tenho nenhuma paciência para vitimismo. Não gosto muito de igreja por conta de certos líderes.
É fake News sim o vídeo do pastor que faz um apelo. Ele esqueceu que não está no púlpito da igreja e não precisa de apelação para converter ninguém!
É fato que a situação envolve muita emoção, a catástrofe pegou a todos de surpresa. Mesmo que o Exército, ou a Marinha viesse para Iconha não diminuiria o caos na sexta-feira 17, nem sábado, nem domingo e nem hoje.
A tragédia é grande e o senhor pastor querer 100 colchões à moda vai se embora para levar para a sua comunidade, é mostrar-se egoísta, sabendo que não são apenas 100 pessoas dormindo no chão.
Eu vi uma senhora com 97 anos que passou a noite no telhado. Em Bom Destino não menos que 230 famílias ficaram desalojadas e estas MERECEM muito mais que 100 colchões!
Contudo, não deveria ‘a assistente social’ do Estado entregar nas mãos do pastor emocionado, 100 colchões, sem saber os nomes de quem receberia.
É óbvio que não há documentos, mas há endereço, nomes e sobrenomes e, isto precisa ser registrado, estamos falando de uma CALAMIDADE PÚBLICA!
Dizer que não é doação do governo , sim, não é, mas não é Casa da Mãe Joana,” É preciso ainda que não tenha dinheiro público envolvido nas doações, saber para quem vai, pois, os oportunistas se aproveitam da desgraça para se aparecer.
Vi, agora pouco, pedindo dinheiro na porta de uma igreja com uma caixa de som, um homem e uma mulher. Eu dei um esporro. Como assim dinheiro, é o senhor que vai comprar os colchões? Eu não acredito! É MUITA GENTE USANDO A TRAGÉDIA PARA GANHAR UMA VANTAGEM.
Não estou dizendo que é o caso do pastor, mas muitas pessoas foram buscar cestas sem ter perdido nada. Até quem tem dinheiro no banco.
Bom Destino, Monte Belo, Santa Luzia, Centro, Ilha do Coco, Santo Inácio… Iconha precisa se erguer, precisa construir 13 casas, só em Bom Destino, e reformar todo o seu comércio. E ainda tem prédios inteiros para serem demolidos. Muitas pessoas perderam tudo, como em outras comunidades.
Vamos nos unir para fazer o bem, sem apelação, que acaba ficando feio. Deu-se a impressão que as doações não estão sendo feitas a quem precisa. Isto é fake News, todos estão sendo acolhidos e abraçados.
Mas não é tudo na hora que se espera, existiram pessoas que ficaram sem comer de sexta-feira até a segunda, há pessoas que o corpo ainda não apareceu e os seus familiares choram em busca.
Quanto aos politiqueiros que estão na cena como urubus na carniça, este é o papel deles. O meu, é retratar a cena e mostrar a verdade, ainda que você me pregue na cruz e me chame de louca.
Menos apelação e menos oportunismo, mais compreensão.
É fake News sim que as doações estão sendo negadas. E quanto às acusações que o jornal é isso e aquilo, a gente perdoa, porque “os ignorantes são mais felizes”, assim diz Cazuza!

Compartilhe nas redes sociais

2 Comentários

  • Lsg disse:

    Bom ela passou aqui umas horas e tirou as conclusões
    dela….mas quer ganhar Ibope e aparecer na midia….só quem tá na cidade e tem se voluntáriado pode dizer algo….pra mim e só mais uma reporte q aproveitou a tragédia pra ganhar mídia e e esconder a realidade dos fatos

  • Gerusa Marin disse:

    É isso aí Luciana! muita gente gosta de querer aparecer em cima da desgraça dos outros mas ao invés de ajudar usam isso em seu próprio benefício. Hipócritas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*