Publicidade

Setor de transporte de carga fecha 2020 com alta no número de contratações

Dois mil e vinte não foi um ano fácil, sobretudo para a economia. Apesar dos desempregos e queda da produtividade em diversos segmentos, o setor de transporte rodoviário de carga fechou o ano em alta no número de contratações. 

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgados pelo Painel do Emprego no Transporte da Confederação Nacional do Transporte (CNT), mostram que 467.666 postos de trabalho foram abertos em 2020, enquanto 415.783 foram fechados. Um saldo positivo de 51.883 empregos .

“As pessoas passaram a fazer compras online de forma mais intensa durante a pandemia, e isso acarretou no aumento da frota terrestre para entrega de cargas. Esse aumento, consequentemente, demandou aumento de mão de obra e de contrações”, afirmou o empresário do setor Gérlio Figueiredo.

O CNT projeta alta no setor para 2021 e uma recuperação dos efeitos da pandemia, tendo em vista a alta no número positivo de empregos.

O empresário está disponível para entrevistas.

Biografia

O empresário Gérlio Soares Figueiredo é o retrato da cena cultural baiana. Com apenas 32 anos de idade, o empreendedor já acumula vasta experiência em diferentes nichos de mercado, como transportes, construção civil, pecuária, factoring, indústria de vestuário e entretenimento.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade