“SE FOSSE MEU SOBRINHO, MANDAVA DAR UMA COÇA”: adolescente furta loja, leva cinco celulares e quebra vitrina da boutique em Kennedy

O adolescente quebrou a vitrine da Boutique, entrou na loja, furtou quatro celulares e acabou em cana, ele se parece com o sobrinho da jornalista Luciana Maximo, mas não é, a dona da loja pede desculpas

O adolescente D, furtou a Boutique Elohim Modas, no centro de Presidente Kennedy, por volta da meia noite desta terça-feira 28 e de lá levou quatro celulares, quebrou a vitrine com um porrete e deixou os prejuízos para os proprietários.

O delito foi filmado e a Polícia já identificou o adolescente e o levou a Delegacia da Polícia Civil para as medidas cabíveis. O problema deste furto é a semelhança que o infrator tem com o sobrinho da jornalista Luciana Maximo. E esta semelhança fez os boatos rolarem na pacata antiga Batalha, onde fofoca e disse-me-disse é sempre um prato feito para os desocupados de plantão.

Ainda Bem, como diz a canção da Marisa Monte, que Thiago Maximo, o sobrinho da jornalista não tinha nada a ver com o delito, hoje pela manhã estava em Cachoeiro de Itapemirim acompanhado o avô ao Hospital Evangélico, quando os agentes da lei entraram em contato o pai dele, irmão de Luciana dizendo que precisava esclarecer uma dúvida.

A dona da loja, Rafaella dos Santos Gomes falou com a reportagem, disse que conhece muito bem o pai de Thiago, mas o filho não e quando viu as imagens pelas câmeras disse que não podia acusar.

“Em relação ao furto na minha loja nesta madrugada, infelizmente deixou um prejuízo, além dos celulares que o adolescente furtou ele quebrou a vitrine. Ainda bem que temos câmeras e a polícia já identificou o infrator.  Quero esclarecer que não o filho de Xuxula não tem nada a ver com o que ocorreu. O menor já está à disposição da justiça; pra ser sincera eu nem conheço o Thiago. Eu conheço Xuxula e sei que ele jamais apoiaria uma coisa dessa. Mas ficou tudo esclarecido. Infelizmente existem pessoas ruins que gostam de espalhar boatos e mentiras. Eu peço desculpas pelos boatos que estão rolando, mas eu não acusaria sem ter certeza. Os policiais que acharam o adolescente que furtou parecido com o filho de Xuxula. Parabéns à polícia que esclareceu o crime e já identificou o responsável”, disse a proprietária da loja Rafaella.

O aposentado Ioseas Máximo, irmão da jornalista tomou um susto com o fato. “Eu posso não ser o melhor pai do mundo. Posso ter errado, mas o que ensino ao meu filho não é isso. Eu tenho medo que ele se envolva com coisas erradas e oro todos os dias para que Deus o livre e me ensine a educa-lo. Ficaria muito triste se um dia meu filho entrar numa dessa. Eu lamento muito pelo que ocorreu e estou envergonhado. Parabéns à polícia que prendeu o responsável pelo furto na loja.  Agora, é que eu vou ficar mais atento ainda a meu filho, porque o diabo é sujo e o tempo todo trabalha para destruir as famílias”, disse Xuxula, assim mais conhecido.

“Se fosse o meu sobrinho, eu ia pessoalmente a delegacia e mandava dar uma coça. Faria foto e colocaria na capa do jornal para aprender que não deve pegar nada de ninguém. E que, se faz tem que pagar. Não passo a mão na cabeça de ninguém. E que desta lição se tire proveito. Afaste-se de pessoas e coisas que possam te levar ao precipício. Thiago, não se envergonhe do que acharam, ande de cabeça erguida e por favor, corra de problemas. E saiba, se escolher o caminho torto vai se ferrar, porque na vida a gente colhe o que planta”, salientou Luciana, a tia jornalista.  

Entenda como se deu o fato

Durante preventivo de rotina pelo centro da cidade, a guarnição avistou o adolescente I caminhando pelo Rua Atila Vivácqua Vieira, momento em que foi abordado e realizado revista pessoal pela guarnição que localizou em seu poder um celular Samsung de cor roxa e demais características de um dos celulares furtados essa loja Elohim Modas, nesta madrugada.

Perguntado onde adquiriu o celular, disse ter pego de seu irmão D (suspeito de realizar o furto na loja, aparecendo nas filmagens) em casa, e que guardou no guarda-roupas mais quatro celulares. Diante do exposto, foi solicitado apoio da PM que se deslocou até a casa do suspeito, localizando-o dormindo. Ao localizar o local onde I afirmou estarem os aparelhos os quatro celulares restantes e seus acessórios forame encontrados debaixo da cama. Os dois irmãos foram conduzidos a Delegacia da Polícia Civil – PC. Eles estão à disposição da justiça.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*