Publicidade

Rose vai negociar verbas federais para usina fotovoltaica da Santa Casa de Cachoeiro/ES

A senadora Rose de Freitas (MDB-ES) vai negociar nos Ministérios de Minas e Energia e da Saúde a obtenção de recursos para a implantação da usina fotovoltaica do complexo hospitalar da Santa Casa de Cachoeiro de Itapemirim. A garantia foi dada nesta segunda-feira, 14, em videoconferência com a direção da entidade.

Orçada em R$ 9 milhões, mas podendo ser instalada em módulos, a usina de fornecimento de energia solar ao complexo da Santa Casa de Cachoeiro terá capacidade de gerar 2,5 megawatts, o que permitirá economia anual de R$ 2,5 milhões no consumo de energia do grupo, cujo custo atual é de R$ 5 milhões por ano.

Rose de Freitas é autora de dois projetos de lei em tramitação no Senado que incentivam o uso de energia solar. O PL 1600/2021 torna obrigatório o uso de energia solar nos hospitais e unidades de ensino do governo federal no prazo de 20 anos, a contar de 2022, enquanto o PL 524/2018 destina recursos do FGTS para linhas de crédito a empresas que usam energia solar.

O complexo da Santa Casa de Cachoeiro, essencial no atendimento à saúde no Sul do Espírito Santo, inclui três unidades hospitalares, um lar de idosos e uma fazenda que abastece a alimentação dos pacientes e funcionários.

A superintendente da Santa Casa, Marinete Tibério, informou à senadora já haver obtido parte dos recursos necessários à implantação do primeiro módulo da usina, estimados em R$ 1 milhão.

“Terei reuniões esta semana com dirigentes dos Ministérios de Minas e Energia e da Saúde e os recursos para a usina estarão incluídos na agenda”, anunciou Rose de Freitas.

Considerada na videoconferência pelo diretor da instituição Tonny Machado como “a maior parceira da Santa Casa de Cachoeiro” , Rose destinou à instituição, desde 2012, emendas parlamentares no valor total de R$ 11,3 milhões, dos quais R$ 2 milhões para este ano.

Resultado das emendas, o novo tomógrafo do hospital da Santa Casa começará a ser instalado nos próximos dias, informou Marinete Tibério, a quem Rose de Freitas assegurou, ainda, reivindicação ao governo do Estado para a cessão definitiva da fazenda de 18 alqueires, que passará a produzir frutas.

A senadora foi informada que o grupo da Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro realizou, ano passado, 25 mil atendimentos no pronto socorro, 60 mil sessões de reabilitação, quase 22 mil sessões de hemodiálise e 3,3 mil internações por trauma, atingindo o primeiro lugar nestas duas especialidades em toda a rede hospitalar do Espírito Santo.   

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *