Projeto ajudou a formar grêmios estudantis em 15 escolas municipais

Nesta semana, mais de 60 alunos participaram de encontro dos grêmios

 

O auditório da escola municipal Zilma Coelho, no bairro Ferroviários, recebeu na tarde desta quinta-feira (14) o primeiro encontro dos grêmios estudantis de Cachoeiro neste ano.

Além dos estudantes e representantes dos grêmios, a atividade foi acompanhada por membros do Conselho Municipal da Juventude e das equipes das secretarias municipais de Educação (Seme) e de Desenvolvimento Social (Semdes).

Na ocasião, foram apresentadas aos participantes noções básicas sobre Direitos Humanos e como este tema se relaciona com a ação dos grêmios nas escolas. Houve, também, apresentações de música e vídeos.

Participaram mais de 60 adolescentes de 15 escolas do município: Anacleto Ramos, Anísio Ramos, Galdino Theodoro, Jacomo Silotti, Jenny Guardia, Luiz Marques Pinto, Luiz Semprini, Maria das Dores,
Monteiro Lobato, Deusdedit Baptista, Florisbelo Neves, Pedro Estellita, Valdy Freitas, Gércia Ferreira Guimarães e São Vicente.

Todos os grêmios participantes foram formados a partir do projeto “Eu quero o meu grêmio”, uma parceria entre Semdes e Seme para incentivar essa forma de organização da juventude na escolas de ensino fundamental. O objetivo é fortalecer a democracia no ambiente escolar, por meio de uma participação mais ativa dos alunos em projetos e atividades educacionais.

Segundo o gerente do Centro de Referência da Juventude de Cachoeiro, Thiago Elias Tognere, o projeto contribui para a formação de cidadãos preparados para interferir positivamente na vida da sociedade. “Um grêmio que estabelece uma boa rede de relações com os outros atores da comunidade escolar tem mais pessoas comprometidas com as ações que pretende realizar. Assim, poderá ampliar o alcance e o impacto de suas iniciativas “, completou Thiago.

Para a secretária de Desenvolvimento Social, Márcia Bezerra, “os grêmios ensinam aos jovens a serem  mais solidários e atentos às questões da coletividade”.

“A ideia dos grêmios é que o protagonismo juvenil possa estimular a participação social dos jovens, contribuindo não apenas com o desenvolvimento pessoal dos que estão inseridos, mas, também, nas comunidades e na formação de pessoas mais comprometidas socialmente. Com valores como solidariedade e respeito, contribuem para uma proposta de transformação social”, comentou a secretária municipal de Educação, Cristina Lens.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*