Publicidade

Procuradoria do Ministério Público Eleitoral quer eleições até novembro em Itapemirim/ES enquanto isso Zé Lima assumiria a Prefeitura

A Procuradoria Regional Eleitoral (MPE) deu parecer pela saída de Itapemirim Dr. Prefeito Thiago Peçanha (Republicanos) e seu vice, Nilton Santos (Republicanos) no último dia 02

Pelo andar da carruagem os dias de chefe do Executivo de Itapemirim dr. Thiago Peçanha Lopes estão contados. No último dia 02, o procurador Regional Eleitoral, André Pimentel sugeriu execução imediata do acórdão de cassação, com comunicação imediata à Câmara de Vereadores da cidade.
D acordo com o parecer, o procurador quer que ocorram as eleições até novembro deste ano. E, assim que a Câmara for notificada, sentaria na cadeira do prefeito o Presidente da Câmara José Lima.

A partir de agora entra em cena o Tribunal Regional Eleitoral – TRE que decide se acolhe o parecer do MP Eleitoral ou se repete o entendimento adotado com o Prefeito de São Mateus, Daniel do Açay, mantendo-o no cargo até o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em Brasília julgar os recursos.

…”Diante da inexistência de periculum in mora e da evidente não demonstração do fumus boni iuris, manifesta-se esta PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL pelo indeferimento do pedido de efeito suspensivo ao recurso especial eleitoral.

Por oportuno, pugna pela expedição de ofício à Câmara de Vereadores de Itapemirim, informando da cassação do diploma do prefeito e vice-prefeito, e pela realização de eleições suplementares no município”.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade