PROCURADO: Deidin foi preso em Piúma, ele é suspeito de pelo menos sete assassinatos na Região Serrana

Um dos criminosos mais procurados da Região Serrana por homicídio é preso em Piúma

Está preso o homem considerado um dos mais procurados pela Polícia Civil na Região Serrana do Espírito Santo. Deivit Almeida Vieira, 36 anos, “o Deidin”, foi preso em Piúma, durante uma operação conjunta realizada pelas equipes da Delegacia Regional de Ibatiba e da Delegacia de Polícia de Piúma.

“Em outubro, recebemos informações de que ele poderia estar vivendo em Piúma, apesar de ser natural de Ibatiba. A partir de então, passei a contar com o apoio do delegado David Gomes, titular da DP de Piúma, e da equipe da delegacia, que foi fundamental no monitoramento e localização do suspeito”, explicou o chefe da Delegacia Regional de Ibatiba, delegado Claudio Rodrigues Araújo.

O monitoramento teve resultado na manhã dessa quinta-feira (14), quando a equipe confirmou que o suspeito estava em Piúma, e realizou a prisão. Deivit foi preso nas proximidades de casa, e não ofereceu resistência.

As investigações apontam que Deivit está envolvido em pelo menos sete homicídios, entre consumados e tentados, sendo seis em Ibatiba, um em Brejetuba e um em Venda Nova do Imigrante. Contra o suspeito havia dois mandados de prisão preventiva em aberto.

Entre os crimes atribuídos a Deivit, está uma tentativa de homicídio ocorrida no dia 12 de setembro, em Ibatiba. O suspeito se aproximou, de moto, de um grupo de pessoas que estava na rua. O alvo dos disparos era outro homem, que sobreviveu. No grupo estava, ainda, uma criança de dois anos. 

“Nossos levantamentos apontam que Deivit faz parte de uma organização criminosa, que atua nas cidades de Ibatiba, Afonso Cláudio, Brejetuba, e Venda Nova do Imigrante. Este grupo pratica homicídios encomendados, mediante pagamento. São os chamados pistoleiros”, disse o delegado.

Segundo o delegado, a prisão não encerra os casos, pois outras pessoas estão envolvidas nos crimes atribuídos a Deivit. As investigações continuam em andamento e a população pode ajudar na identificação de outros envolvidos.
Denúncias anônimas podem ser feitas por meio do Disque-denúncia 181, ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br, onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas. O anonimato é garantido e todas as informações são investigadas.

Fonte: Portal Notícia Capixaba

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*