Prefeitura prorrogará contratos de 1,3 mil servidores temporários

A Prefeitura de Cachoeiro vai prorrogar, até 31 de agosto, os contratos temporários de 1.350 profissionais da Secretaria Municipal de Educação que se encerrariam no fim deste mês.

O prefeito Victor Coelho anunciou, nesta terça-feira, a decisão, que impede um imediato agravamento do quadro de desemprego no município, em meio à pandemia do novo coronavírus. A medida contempla ainda 25 estagiários.

“É uma decisão que tomamos, com muita responsabilidade, em conjunto com vereadores e com o sindicato dos servidores municipais. A crise econômica gerada pela pandemia afeta, fortemente, a arrecadação municipal, já tendo causado uma frustração de receita superior a R$ 20 milhões, mas entendemos que é preciso fazer todo esforço cabível para preservação dos empregos, até onde for possível”, afirma o prefeito.

Victor frisa que a administração municipal tem acompanhado, de forma sistemática, a evolução das finanças municipais para tomar as decisões. “Adotamos medidas para reduzir despesas, otimizar o controle dos custos e estamos debruçados sobre os indicadores. Isso nos dá a segurança de, neste momento, optar pela manutenção desses vínculos empregatícios. Inicialmente, podemos garantir a prorrogação dos contratos por 60 dias e, mais à frente, avaliaremos a possibilidade de nova extensão do prazo, o que dependerá do comportamento das receitas”, salienta.

De acordo com o secretário municipal de Administração, Claudio Mello, uma nova prorrogação contratual depende, principalmente, do comportamento da receita do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). “O cenário é de grande adversidade em todo o país e já há casos de municípios que suspenderam contratos de servidores temporários, em virtude das dificuldades orçamentárias. Em Cachoeiro, nossa prioridade é a manutenção dos empregos e não estamos medindo esforços para isso”, ressalta.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*