Prefeito de Piúma e governador assinam a ordem de serviços para inicio das obras da praia

O governador Renato Casagrande esteve neste sábado em Piúma assinando com o prefeito a ordem de serviços para início das obras do muro de contenção

O governador do Estado, Renato Casagrande, e o secretário de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente, assinaram, na manhã deste sábado (10), a Ordem de Serviço para as obras de recuperação da Avenida Beira Mar, em Piúma. A “cidade das conchas” vai receber as obras para construção de um muro de contenção, além da recuperação de calçadas e ciclovia em sua orla. O investimento do Governo do Estado é de R$ 3,5 milhões.

Durante o evento, o governador destacou que a revitalização da orla é uma conquista da população do município. “Uma obra importante para Piúma e para os turistas. É bom ter uma orla com estrutura e a praia recuperada. Espero que ao final da obra possamos ter uma orla muito mais utilizada. Temos que revitalizar nossos balneários. Também estamos recuperando as orlas de Marataízes e Castelhanos [em Anchieta]. O mar atrai muita gente por ser um ótimo passeio em família”, comentou.

Casagrande também falou sobre a decisão de sua administração em não paralisar obras que estavam em andamento. “Vimos o sofrimento da população quando eu saí do governo há quatro anos, quando as obras foram paralisadas. Essa obra aqui é sonhada há anos e bom que podemos dar continuidade a revitalização dessa orla” destacou.

A Avenida Beira Mar foi afetada por uma ressaca de marés altas, assolando parte de sua extensão. O convênio assinado com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), tinha valor inicial de R$ 4.619.334,90, mas o montante caiu para R$ 3.501.070,42 após a conclusão do processo de licitação para obra. “Isso representa uma economia para os cofres públicos”, explicou o secretário Marcus Vicente.

Ele descreveu ainda que serão executados 780 metros de muro de contenção, 1.960 metros de meio fio de concreto, calçadão com rampas de acessibilidade, ciclovia, 3 decks de madeira, 37 postes com luminárias e 1.177,16 metros quadrados de recuperação da via em asfalto. “A reconstrução do trecho destruído pelas marés altas é muito importante para a população, comerciantes e turistas”, completou Marcus Vicente.

Compartilhe nas redes sociais

2 Comentários

  • Rosimar Benedito de Aquino disse:

    Gosto muito d receber as notícias do jornal Espírito Santo Noticias , estão ou está d parabéns!! Que Deus os oriente e conduzam ; obrigada 🌷🌹

  • Gabriel disse:

    Finalmente a tão aguardada reforma está por vir, espero que se conclua com rapidez e que além de toda essa revitalização haja mais empregos e oportunidades na cidade. Que se inicie uma nova história, estou muito feliz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*