POLÍTICA: Pazuello segue à frente do Ministério da Saúde, diz governo

A pressão para a substituição de Pazuello vem crescendo nos últimos dias, à medida que o número de mortes em por covid-19 no Brasil

O Ministério da Saúde negou no período da tarde deste domingo, 14, que o general Eduardo Pazuello esteja de saída do cargo. “O Ministério da Saúde informa que até o presente momento o ministro Eduardo Pazuello segue à frente da Pasta, com sua gestão empenhada nas ações de enfrentamento da pandemia no Brasil”, diz a nota enviada pela assessoria do ministro.

A pressão para a substituição de Pazuello vem crescendo nos últimos dias, à medida que o número de mortes em decorrência da covid-19 no Brasil bate recordes.

O jornal O Globo apurou neste domingo mais cedo que o ministro pode sair alegando problemas de saúde.

A Coluna do Estadão mostrou no sábado, 13, que a cúpula do Congresso iniciou na sexta-feira uma ofensiva para tirar o general do comando da Saúde com a apresentação de nomes técnicos e gestores com conhecimento do SUS.

A Coluna do Estadão mostrou no sábado, 13, que a cúpula do Congresso iniciou na sexta-feira uma ofensiva para tirar o general do comando da Saúde com a apresentação de nomes técnicos e gestores com conhecimento do SUS.

Um dos nomes apresentados é o da cardiologista Ludhmila Hajjar, que estaria já em Brasília para conversar com o presidente da República, Jair Bolsonaro.

O nome dela foi levado ao chefe do Executivo pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

FONTE: Terra.com.br

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *