PIÚMA: Prefeitura cancela contrato com empresa de lixo e chama a segunda colocada

O secretário de Obras garantiu que a cidade de Piúma não vai passar pelo mesmo problema que passou sem coleta recentemente, que a empresa trabalhará com quatro caminhões na coleta

A Prefeitura de Piúma cancelou o contrato com a empresa Solução Empreendimento que foi contratada recentemente em situação de emergência para fazer a coleta do lixo na cidade depois de verificar que a mesma tinha problemas com a sua documentação.

Todos se lembram do problema que a cidade vivenciou há dois meses com a paralisação dos serviços pela empresa Limpeza Urbana, investigada na Operação Rubi, que inclusive levou o prefeito, Professor José Ricardo Costa ao afastamento.  

A prefeitura cancelou unilateralmente o contrato com a Limpeza Urbana e fez uma licitação emergencial, sendo vencedora a Solução Empreendimento, a mesma que acabou sendo objeto de Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI, na Câmara.

A reportagem entrou em contato com o secretário de Obras, Raniery Miranda para saber se a cidade viveria outro caos sem coleta de resíduos, uma vez que, foi cancelada nesta quarta-feira 19, o contrato com a empresa emergencial.

Raniery garantiu que não, inclusive assegurou que a empresa segunda colocada na licitação de emergência já foi convocada e iniciou os trabalhos com dois caminhões. “A empresa do emergencial foi cancelado o contrato, foi chamada a segunda colocada, esta madrugada (quinta) e no dia de hoje (sexta) não teve a coleta de lixo, mas a coleta voltou a normalidade. Começou pelo Centro, Beira Rio e Orla. Hoje (sábado) volta o roteiro normal de coleta. A empresa que assumiu é a Guerra Ambiental, a mesma que coleta lixo em Marataízes”, explicou o secretário.  

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*