Publicidade

Piúma, parabéns para você! Um novo tempo se aproxima…

Neste mês, comemora-se uma das datas mais importantes de nosso município. Aproveitando o calor da data, queremos dividir com você uma angústia: afinal, quantos anos de emancipação nossa cidade comemora neste dia 08 de dezembro?

As mulheres iam buscar água do outro lado, na Pedra do Descanso, onde hoje é o Scherrer – Fotos IHGP

Entenda a dúvida

Na véspera do Natal de 1963 a Assembleia Legislativa do Espírito Santo aprovou a lei 1.908 que desmembrava Piúma de Iconha, lei que entrou em vigor apenas em 01 de Janeiro de 1964. Em 06 de julho de 1964 o município foi instalado.

Avenida Espírito Santo (atual Avenida Maria Gonçalves Marvilla)

Consideramos então 1963 ou 1964 como o ano da emancipação? “Preferimos comemorar os 56 anos de Emancipação Política”, pontuou o professor de História Leonardo Bourguignon. Assinou seu José Scherrer em 1968 a lei 35 que passou a considerar 8 de dezembro como dia que se comemora a emancipação. “Fica transferido o dia 08 de dezembro o dia do município, por ser também o dia da padroeira da cidade Nossa Senhora da Conceição. A lei entrou em vigor a partir da data de sua publicação”.

Procissão Martima

Para não esquecer mais

É importante lembrar que Piúma era habitada por índios Puris. Com a chegada do Padre José de Anchieta, em 1585, a região passou a ser denominada de Aldeia dos Índios Puris. Logo depois, vieram os colonizadores franceses, com o tempo chegaram os portugueses, ingleses e outros.

Armazém Duarte & Beiriz

Em 4 de maio de 1883, a região foi elevada à categoria de Vila, denominada de Nossa Senhora da Conceição de Piúma. Em 24 de dezembro de 1963 foi criado o município, mas, somente em 6 de julho de 1964 deu-se a instalação.

Piúma há decádas

A Lei 1.908 dispõe no Art. 1º – “Fica criado o município de Piúma, com o território correspondente ao distrito do mesmo nome, desmembrando-se do município de Iconha. Esta lei entrou em vigor em 1 de janeiro de 1964, mas foi publicada em 30/12/1963.

O município de Piúma foi criado em 02 de janeiro de 1891 e instalado dezessete dias depois com território desmembrado do município de Benevente. “No entanto, no ano de 1904, em 18 de novembro, a decadência econômica de Piúma e a prosperidade de Iconha fizeram com que Iconha se tornasse a sede do município e Piúma seu distrito. Assim, por meio de Lei estadual nº 1.428, de 03.07.1924, o município Piúma passou a denominar-se Iconha”, explicou o professor e sociólogo Cristiano Bodart.

Piúma no auge dos trios elétricos

“56 anos de emancipação política e uma história que se renova, que traz esperança e aponta para um futuro mais justo e fraterno, onde todos tenham voz e vez.

As brincadeiras no Porto na Festa de Piúma

Parabéns Piúma, juntos cuidaremos bem de você”! Frisou o prefeito eleito para o próximo mandato Paulo Cola.

O Jornal Agradece aos anunciantes e com eles parabeniza a todas as personagens que fazem parte da história de Piúma. “Estamos escrevendo dia a dia os fatos que acontecem aqui. Queremos registrar tudo, mas o que mais queremos é que esta cidade cresça, se desenvolva, e dê a sua gente dignidade e oportunidades. Feliz Aniversário Piúma, a cidade que escolhemos para sediar a nossa empresa”, parabenizou Luciana Maximo, editora chefe do Jornal.

Foto principal: TR Drones

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade