Pandemia: Prefeitura de Anchieta/ES fecha primeiro semestre com perda de R$ 5 milhões na receita

Já o Tribunal de Contas do Estado (TC-ES) ainda é mais pessimista em suas projeções, segundo o órgão, a Prefeitura de Anchieta poderá ter uma perda ainda maior até o final de 2020, cerca de R$ 64 milhões

Diante da crise financeira que assola o Brasil, em decorrência da pandemia provocada pelo novo coronavírus (Covid-19), a Prefeitura de Anchieta já teve uma perda de R$ 5 milhões neste semestre com as quatro principais fontes de arrecadação, comparado ao mesmo período de 2019. Mesmo recebendo a primeira parte do recurso previsto pelo governo Federal, que estão direcionadas ao enfrentamento da emergência na saúde pública, esses repasses não suprem as perdas e a Prefeitura deverá reduzir gastos..

Só para ter uma ideia, comparando este semestre com os seis primeiros meses de 2019, o município deixou de receber cerca de R$ 3,5 milhões apenas com royalties do petróleo, recurso oriundo do governo federal. Outras principais fontes de arrecadação como ICMS, FPM e Fundeb também tiveram queda significativa e a previsão e que no segundo semestre ocorram novas perdas na receita..

O Tribunal de Contas do Estado (TC-ES) ainda é mais pessimista, segundo uma projeção do órgão, a Prefeitura de Anchieta poderá ter uma perda ainda maior em 2020, cerca de R$ 64 milhões..

O governo federal encaminhou para o município até o momento R$ 984.187,34, desses R$ 105.957,87 devem ser direcionados exclusivamente para a saúde e assistência social, com ações de enfrentamento à Covid-19. Contudo, o secretário municipal da Fazenda, Dirceu Porto, avalia que não é um valor a mais em seus cofres públicos. “Esse recurso federal não pode ser considerado um recurso novo e, sim, uma compensação de parte das perdas de arrecadação que o município teve nos últimos meses”, explica o secretário..

Por meio de um levantamento, o secretário afirma que o município terá outras perdas de recursos nos próximos meses em virtude da pandemia, impactando significativamente na receita. Ele acredita que só após a pandemia, quando a economia no país voltar a aquecer é que Anchieta poderá ter novamente acréscimo na receita, mas fechará 2020 com menos recursos que previsto no orçamento.

ARRECADAÇÃO COM OS PRINCIPAIS RECURSOS EM 2020:

 MESESROYALTIES FED.Em milhõesICMS               (sem dedução FUNDEB)Em milhõesFPM             (sem dedução do FUNDEB)Em milhõesFUNDEBEm milhões
Janeiro2250715317082010
Fevereiro2086572124682122
Março2379674914432033
Abril1932578914141833
Maio1263448214781623
Junho648
Total 1º Semestre 2020105582989485119621
Total  1º Semestre 20191404331442901210135
Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*