Publicidade

Mundo Senai 2020 reforça a importância da entidade para a qualificação de profissionais e o desenvolvimento da indústria

Inovação, novas tecnologias, mercado de trabalho e Indústria 4.0, desafios da indústria para o futuro, Novo Ensino Médio e lifelong learning. Esses foram os temas centrais abordados pela 12ª edição Mundo Senai – Espírito Santo, que adotou o formato on-line devido a pandemia de Covid-19.

O evento, contou com cerca de oito horas de conteúdos, divididos em seis painéis, uma aula ao vivo sobre o setor Automotivo, tour pelas unidades e laboratórios da entidade no Espírito Santo, tour pelo Centro Cultural Sesi e atração cultural com a Camerata Sesi. A programação ainda pode ser conferida no canal do Youtube do Senai ES.

Durante a abertura do evento, a presidente da Findes, Cris Samorini destacou que o Senai tem sido e sempre será parceiro no processo de formação e capacitação de mão de obra para a indústria capixaba e nacional, contribuindo para o aumento da sua competitividade e produtividade.

“Esse evento é muito simbólico. Afinal, o Senai foi importantíssimo na complementação do meu conhecimento técnico do setor Gráfico. Desde a construção do meu plano de trabalho, temos dialogado muito principalmente sobre os desafios do ensino médio integrado ao curso técnico. Atualmente, apenas 10% dos jovens brasileiros se formam nessa modalidade e isso está muito distante do resultado de nações desenvolvidas. A exemplo, na Alemanha, 48% dos alunos cursam o ensino técnico”, destacou.

Entre as ações do Senai ES para modificar esse cenário, Cris apresentou a parceria da entidade com a Secretaria de Estado da Educação (Sedu) para operar no modelo do Novo Ensino Médio em 10 municípios do Espírito Santo.

“Estamos construindo um modelo piloto que com certeza será um exemplo para todo o Brasil. A escolha dos municípios foi do Governo do Estado, analisando a vocação regional e também a disponibilidade de estrutura. Esses cursos serão oferecidos de forma gratuita”, revelou a presidente da Federação.

A Rede Sesi e Senai é pioneira no oferecimento do Novo Ensino Médio na Região Sudeste. A adoção desse novo ensino permitirá que o jovem opte por uma formação profissional e técnica dentro da carga horária do ensino médio regular. Ao final dos três anos, o aluno será certificado no ensino médio e no curso técnico ou nos cursos profissionalizantes que escolheu.
Cris apontou ainda que a oferta desses cursos é super importante por ser uma ligação direta entre o estudante e o mercado de trabalho da indústria.

Ações e conteúdo

Já o diretor-geral da Findes, Roberto Campos de Lima, frisou a importância do evento e dos conteúdos apresentados ao público, além de revelar que o Mundo Senai também contou com ações em três shoppings da Grande Vitória nesta edição.

“Nós queremos que você se aproxime cada vez mais das práticas educacionais que nós temos, como a educação maker, por exemplo. Mas também queremos que você entenda as novas tecnologias e a nova realidade da indústria e o contexto da indústria 4.0, entendendo o que é manufatura enxuta, como funciona a internet das coisas nessa nova realidade, como a tecnologia vai afetar a atividade industrial tão importante para o desenvolvimento do Espírito Santo”, explicou.

Missão Senai

Qualificar pessoas e levar educação profissional conectada ao mundo do trabalho. Essa é a grande missão da entidade, conforme ressaltou o diretor regional do Senai ES, Mateus de Freitas.

“Nossa missão é levar empregabilidade para a sociedade. Não apenas oferta de cursos, mas uma oferta de cursos conectada às necessidades do mercado de trabalho, das indústrias, do nosso Estado e do nosso país. Nossa entidade vem evoluindo ao longo do tempo, assim como a indústria vem se modernizando, vem adotando tecnologias digitais, o Senai também vem se preparando e está preparado para formar profissionais para esse novo mundo digital, a indústria 4.0”, frisou o diretor regional.

Ainda de acordo com Mateus, o Senai tem um histórico de sucesso nos cursos que oferece. Sete em cada dez alunos que passam pelo Senai terminam o curso trabalhando, seja empregado em uma empresa ou seja empreendendo. 

Encerramento

Para fechar com chave de ouro em todo o país, o Senai Nacional convidou Murilo Gun, um dos pioneiros da internet no Brasil, para compartilhar técnicas e aprendizagens sobre como aprender mais e melhor. Com uma abordagem divertida, a palestra “Como aprender aprendendo” ressaltou a filosofia do lifelong learning, ou seja, a importância de nunca parar de estudar.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade