Moto fumacê volta ao interior para combate a mosquitos

O trabalho será realizado entre os dias 1 e 18 de fevereiro

 

Em fevereiro, o serviço de moto fumacê retorna ao interior de Cachoeiro para novo ciclo de combate a mosquitos. A ação é coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), por meio da Vigilância Ambiental.

Serão contemplados os distritos e localidades de Gironda, Pantanal, Santo Antônio, São Joaquim, Córrego dos Brás, Alto Moledo, Córrego dos Monos, Soturno, Sambra, Aldeia das Águas, Córrego Vermelho, Itaoca, Burarama, Pacotuba e Coutinho.

O trabalho será realizado entre os dias 1º e 18, no período das 17h às 21h. Cada distrito ou localidade receberá um total de cinco visitas.

O principal alvo é o pernilongo do tipo Culex, encontrado em grande quantidade na coleta de campo feita pelos técnicos do Núcleo de Entomologia e Malacologia (Nemes) da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) do município. Ele causa maior incômodo aos moradores, por conta de seu zunido e por suas picadas causarem mais irritação.

Mas o trabalho também ajuda a diminuir a circulação do mosquito Aedes aegypti, que já é alvo de outras ações permanentes de combate, por ser transmissor da dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela.

“Temos alcançado bons resultados com o moto fumacê, como a redução da presença do Culex e de notificações de agravos em várias regiões. E as áreas mais distantes da sede do município também são contempladas”, comenta Fábio Gava, gerente de Vigilância Ambiental.

Ele também recomenda que os moradores, no momento de aplicação da fumaça com o inseticida, abram os imóveis para melhor resultado, e que procurem ficar em um lugar bem arejado.

 

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*