Publicidade

Marechal Floriano/ES terá candidatura de esquerda ao executivo e legislativo municipal

No último sábado, 15, Marechal Floriano viveu um dia histórico na política local. A Câmara de Vereadores sediou o encontro “Diálogos do Espírito Santo”, organizado pelos diretórios municipais do Partido dos Trabalhadores (PT) e do Partido Verde (PV) para o pré-lançamento das candidaturas a prefeito de Reginaldo Penha, sua vice, a arquiteta urbanista Carla Bianchi Mognhol e dos(as) vereadores(as)

O PT de Marechal mostra coragem. Muito prestigiado por lideranças comunitárias e militantes que lotaram o auditório da Câmara, David Klippel, no centro da cidade, o encontro recebeu nada menos que três deputados do PT, dois federais, Jack Rocha e Hélder Salomão e Iriny Lopes, estadual, numa demonstração clara da importância dessa eleição em Marechal. É a primeira vez que a cidade terá uma candidatura à esquerda contra cinco outras da direita e extrema direita.

Dialogar sobre os problemas locais, o fortalecimento das lideranças locais para enfrentar o neofascismo e o conservadorismo da extrema direita; as conquistas do governo Lula, a importância dos mandatos de esquerda, a importância do PT nas cidades para ocupar espaços políticos, estiveram nas falas de todos os discursos. E não foram poucos, pois o evento durou cerca de três horas.

Também vieram abraçar as pré-candidaturas de Reginaldo e Carla, a chefe do Escritório do Ministério da Cultura no Espírito Santo e pré-candidata a prefeita de Cariacica, Célia Tavares; o subsecretário de agricultura do ES, Rogério Favoretti; o diretor da Fundação Perseu Abramo do PT, Valter Pomar; o dirigente do MPA/ES – Movimento dos Pequenos Agricultores, Leomar Lyrio, os pré-candidatos do PT às prefeituras de Água Doce do Norte, Sebastião Herculino e de Brejetuba, José Maria Souza e a ex-vereadora de Colatina, Luíza Pilon. O pré-candidato a prefeito de Vitoria, João Coser e o senador Fabiano Contarato enviaram vídeos de apoio.

Na ocasião, foi apresentada a chapa PT/PV (Federação Brasil da Esperança) dos pré-candidatos a vereador e vereadora. São oito nomes, sendo que a metade é composta por mulheres, o que deixou a presidente do PT/ES, Jack Rocha, realizada, pois o PT atingiu 50% na cota de mulheres nas chapas majoritária e proporcional. “É isso que queremos. O PT tem trabalhado para que as mulheres ocupem os espaços da política, pois toda a sociedade se beneficia”, destacou a deputada.

A pré-candidata a vice-prefeita, Carla, enfatizou essa necessidade exemplificando que nesta gestão todos os nove vereadores são homens. “Em Marechal, nestes 33 anos, somente três mulheres ocuparam esta casa de Câmara de Vereadores. Uma delas, a última, sozinha e em meio a um ambiente extremamente machista e misógino, renunciou ao cargo dois meses depois da posse, pressionada pelo assédio moral que sofria dos colegas vereadores”.

Reginaldo fez um discurso duro, muito realista, relacionando os maiores problemas que o município enfrenta de mobilidade urbana, de ausência de projetos na Cultura, na falta de médicos, medicamentos; de escolas abandonadas e transporte escolar ineficiente. Lembrou que parte da cidade ainda despeja esgoto doméstico no braço sul do Rio Jucu, que corta a cidade, que falta infraestrutura rural e drenagem nas ruas. Destacando a crise climática, falou das inundações de 2020 e do tornado em março de 2021, que deixou muito prejuízo no município.

E emocionado, concluiu dizendo: “A minha cidade, nestes quase 33 anos de emancipação política ainda não experimentou um projeto transformador, de mudança, para que seus moradores possam ter o direito de construir a sua felicidade. Ao contrário de nossos vizinhos, não teve o mesmo desenvolvimento, pois quem cuidou e ainda cuida da nossa cidade não pensou Marechal para o Futuro, se referindo às famílias que se revezam no comando do Executivo e do Legislativo, nos últimos 20 anos”.

“Muda Marechal Floriano” é o slogan de campanha de Reginaldo e Carla.

Compartilhe nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *