Publicidade

Livros – por que amá-los desde cedo?

Dê bons livros na mão de uma criança e terá a certeza de que ela será um leitor no futuro. Faça disso uma rotina. A literatura infantil é um passaporte para o conhecimento e, além de atuar no desenvolvimento social, emocional e cognitivo, contribui para a formação de um indivíduo crítico, responsável e atuante na sociedade, influenciando de maneira positiva neste processo. Isso porque se vive em uma sociedade onde as trocas sociais acontecem rapidamente, seja através da leitura, da escrita, da linguagem oral ou visual.
Diante disso, vale reforçar o quanto a literatura infantil é fundamental para a aquisição de conhecimentos, recreação, informação e interação.

Como criar, então, esse ambiente de estímulo à leitura? É muito fácil. Em casa, você pode montar um _espaço da leitura _ com os livros organizados em nichos, em estante ou num cesto de palha. Espalhe esteiras ou almofadas grandes, coloridas e confortáveis pelo chão. Escolha um dia da semana para o momento da leitura em família e, se possível, estimule os pequenos a ler todos os dias um pouquinho, mesmo que seja apenas um capítulo de uma história. Ah… os bebês também entram nesta rotina. Ainda que não saibam ler, escolha livros adequados para a faixa etária, com muitas imagens e cores para que eles já se familiarizem com esse universo. E os pequenos vão amar brincar com livros próprios para usar no banho. Em resumo, você não precisa investir muito para fazer da sua casa uma pequena e aconchegante biblioteca. Basta usar a criatividade.

Não tem mistério: para ajudar alguém a se apaixonar pela literatura, é preciso criar atividades que despertem o prazer de ler, e estas devem estar presentes diariamente na vida das crianças. Neste sentido, quanto mais cedo elas tiverem contato com os livros, mais rápido vão perceber o prazer que a leitura produz e maior será a probabilidade dela tornar-se um adulto leitor.

Parceria entre escola e família

A escola também tem uma grande importância nesse processo. Atualmente, o que se percebe é que a literatura está sendo trabalhada como se deve na educação e isto ocorre, em grande parte, pela implementação de projetos de incentivo à leitura desenvolvidos pelos professores, muitas vezes em parceria com os pais, que perceberam que livro agrada a meninada e pode ser fonte de prazer e conhecimento.
Já foi comprovado que quando as crianças ouvem histórias, passam a visualizar sentimentos de forma mais clara. Como muitas histórias abordam problemas existenciais típicos da infância, como medos, sentimentos de inveja, de carinho, curiosidade, dor, perda, os professores podem trabalhar esses temas através da leitura. É uma forma bem mais leve e lúdica de tratar de assuntos sérios e muitas vezes dolorosos. Além disso, a leitura ainda proporciona aos pequenos uma postura crítico-reflexiva, extremamente relevante à sua formação cognitiva.  E o conhecimento que é adquirido na interlocução, no diálogo – interrogar, escutar, responder, concordar – ensina o pequeno a ser participativo com as suas ações. E aí, você ainda tem dúvidas de que os livros podem transformar uma vida?

Por Isa Colli, jornalista e escritora – @isacolli_oficial 

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *