Judoca Capixaba Marcelo Vicentini é medalha de Bronze no Campeonato Pan-americano

O judoca capixaba Marcelo Vicentini, 17 anos, categoria 60Kg, que representa o Paraguai desde julho de 2019, conquistou a medalha de bronze no Campeonato Pan-americano Cadete de Judô, em Guadalajara, no México, no último dia 17 de novembro. 

Foram quatro lutas, onde ele enfrentou dois equatorianos e dois mexicanos. Na disputa do terceiro lugar, ele venceu o mexicano, que era atual bronze, ou seja, ganhou do dono da casa, único atleta do México, que era de Guadalajara. Na semifinal, ele acabou sendo vencido pelo equatoriano. 

Marcelo Vicentini treinou a todo tempo durante a pandemia, mas sem fazer treino de contato, só realizou preparação física. Isso atrapalhou um pouco o seu desempenho. Só foi fazer judô, dez dias antes do campeonato. O Ministério de Saúde do Paraguai, só liberou o contato, dez dias antes do campeonato. Contando que teve sábado e domingo durante esses dez dias, só teve oito dias de treino de judô. Em tão pouco tempo, não se consegue fazer adaptações metabólicas e fisiológicas necessárias para um campeonato. Mas como a preparação física foi muito bem-feita, deu um suporte. 

Judoca Marcelo Vicentini com seu Pai e Técnico Gabriel Vicentini 

Segundo seu pai e técnico Gabriel Vicentini, “Mesmo não apresentando 100% de sua performance, ele conseguiu a medalha. Como pai, para mim é excelente e fico orgulhoso, não apenas pelo resultado, mas pela performance no dia a dia, pelo interesse, pelo esforço, pela resistência, pele resiliência, por ser um garoto que se dedica muito. Isso vale mais para mim do que pela medalha. Como técnico, foi um sabor especial, por ser a primeira medalha da história do Paraguai, em Campeonatos Pan-americanos no Judô. Nunca haviam ganhado nenhuma luta em Campeonatos Pan-americanos. Marcelo Vicentini abriu às portas para outras duas medalhas que vieram. Pra mim foi superimportante como treinador, finquei o pé no Paraguai e percebe-se que meu trabalho está sendo bem-feito.” 

Tudo dando certo, aprovado pelo Ministério do Esportes do Paraguai, a próxima viagem de Marcelo Vicentini será dia 01 de dezembro, em Lima, no Peru. Ele participará de uma Copa do Mundo, e irão com a mesma equipe, de seis atletas. Marcelo Vicentini está cotado como a maior chance de medalha, novamente. 

Vale ressaltar que, Marcelo Vicentini, foi autorizado pela Federação Internacional de Judô e pelo Comitê Olímpico Internacional para representar o Paraguai sem ter que se naturalizar até completar 20 anos, benefício cedido por ser filho de imigrante. Seu pai e técnico Gabriel Vicentini, se mudou para o Paraguai após receber a proposta de contratação como técnico da Seleção de Judô do Paraguai. 

Compartilhe nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*